21 de agosto de 2014

Resenha - Eu Sou o Número Quatro

Título: Eu Sou o Número Quatro
Autor: Pittacus Lore
Editora: Intrínseca
Série: Os Legados de Lorien
Páginas: 350
Classificação: 3/5
Onde Comprar: Saraiva
Sinopse:
"Nove de nós vieram para cá. Somos parecidos com vocês. Falamos como vocês. Vivemos entre vocês. Mas não somos vocês. Temos poderes que vocês apenas sonham ter. Somos mais fortes e mais rápidos que qualquer coisa que já viram. Somos os super-heróis que vocês idolatram nos filmes e nos quadrinhos — mas somos reais. Nosso plano era crescer, treinar, ser mais poderosos e nos tornar apenas um, e então combatê-los. Mas eles nos encontraram antes. E começaram a nos caçar. Agora, todos nós estamos fugindo. O Número Um foi capturado na Malásia. O Número Dois, na Inglaterra. E o Número Três, no Quênia. Eu sou o Número Quatro. Eu sou o próximo."

Resenha:
A resenha de hoje é de uma releitura muito nostálgica de um livro que eu li pela primeira vez há muito tempo e que foi um dos que me fez começar a gostar de ler. Eu Sou o Número Quatro narra a história do número Quatro, ele veio junto a outros 9 adolescentes e 9 cêpans (entenda melhor lendo o livro, mas são tipo protetores/treinadores) para a Terra. O planeta deles foi destruído por uma raça de alienígenas horrível e eles foram os únicos sobrevientes. O destino deles é se unir e formar um grupo tão forte que poderá destruir essa raça alienígena e retomar o seu planeta. Mas há alguns problemas, como o fato de que 3 deles já morreram e John, o número Quatro, é o próximo.
A narrativa dos autores é bem fluida. Eles não usam palavras difíceis e usam expressões do dia a dia, fazendo com que os diálogos sejam fáceis de se ler e as partes sem diálogo também. Em algum momento eu achei que eles se perderam descrevendo demais coisas desnecessárias e deixando de lado coisas que talvez fossem mais interessantes para o leitor do livro, mas isso não é um ponto totalmente negativo, já que não foi uma característica presente em toda a obra, mas só em alguns pontos.
Outro problema que eu tive foi com o romance. O desenvolvimento do casal é bem bacana e o John, que é o protagonista, descrevendo como se sente em relação à Sarah foi quase que aceitável; mas os diálogos entre os dois deixaram muito a desejar, eram difíceis de acreditar e melosos até demais. Logo pro final do livro eu já tava lendo essas partes e pensando "eu quero vomitar" de tão exageradamente melosas que elas eram, mas isso pode vir a não incomodar certas pessoas, principalmente as que gostam de romances mais mimimi.
A mitologia criada na trama é incrível! Na primeira vez que eu li esse livro lembro de ter gostado muito e de ter ficado muito tempo depois da leitura pensando em como seria legal ter legados. E não foi diferente dessa vez, continuei ficando super empolgado com as cenas onde os legados são usados e fiquei feliz por ter visto novamente o começo da grande aventura que se desenrola no decorrer dessa série, ficando especialmente empolgado nas partes em que os poderes eram usados!
Um ponto muito positivo para os escritores é a descrição da batalha final. Não é segredo para ninguém que é muito difícil ler/escrever uma cena de grande guerra ou briga, mas os autores conseguiram fazer isso de uma ótima forma; não perfeita, mas muito boa! A cena final de luta é super empolgante e é o tipo de cena que faz com que você fique na beira do sofá esperando para ver o que vai acontecer na próxima linha!
Gostaria que o passado dos protagonistas tivesse sido melhor trabalhado, já que tinha muita história pra criar em cima desse ponto, e fiquei até um pouco chateado por não terem desenvolvido isso melhor. Mas nos próximos livros a história vai ficando melhor e pá. Outra coisa que notei é que ficaram alguns pontos em aberto na trama, mas nada que tenha me irritado descomunalmente, só deixaram uma certa dúvida que eu sei que não será sanada nos próximos volumes.
Um livro cheio de ação, com um romance não tão convincente, mas uma mitologia mais do que original e empolgante, Eu Sou o Número Quatro é cheio de cenas de tirar o fôlego e repleto de reviravoltas que vão agradar qualquer leitor apaixonado por ficção científica ou simplesmente apaixonado por livros de ação e inovadores, tem tudo pra arrecadar fãs de todos os tipos! Um ótimo livro.
Abraços,
Gabriel

2 comentários:

  1. Oi cara! Eu já li todos os livros lançados dessa série e adoro ela. Também acho o romance excessivamente meloso, mas meio que ignoro essa parte e foco nas cenas de ação mesmo. É uma série muito legal. Adorei sua resenha! Até mais,
    Thiago

    ResponderExcluir
  2. A capa desse livro é bem bonita! Eu não costumo achar romance melosos, então acho que me daria bem com ele, mas a parte de ficção científica que é o problema... Hahaha
    Beijos,
    Carla

    ResponderExcluir

Fala galera! Vamos conversar um pouco sobre os comentários?

-> Eu adoro ler comentários, sério, gosto muito, mas a gente que é blogueiro percebe quando a pessoa leu o conteúdo do post e quando ela não leu. Por mais que você esteja comentando, a gente percebe que você não leu o post e isso não é muito legal, então comente coisas coerentes ao post, por favor, respeito quem escreveu o conteúdo lendo e comentado coisas inteligentes, comentários com "que legal! Comente no meu blog" não são legais.

-> Se você tem um blog de qualquer gênero, vou adorar conhecer. Talvez não vá lá no dia em que você comentou, ou no dia seguinte, mas mais dia menos dia vou conferir lá, e se você seguir o meu, eu sigo se volta sem nenhum problema!

-> Sem ofensas, por favor. Nunca passei por nenhum constrangimento durante o período de existência do blog e nem quero passar, então respeito é bom e todos gostam.

Comentem à vontade!
Abraços,
Gabriel