1 de abril de 2014

Resenha - Círculo

Título: Círculo
Autores: Mats Strandberg e Sara Bergmark Elfgreen
Editora: Intrínseca
Série: Engelsfors
Páginas: 411
Classificação: 4|5
Onde Comprar: Saraiva

Sinopse: 
Minoo sempre foi a melhor da turma, mas não consegue fazer amigos. Vanessa é a garota mais sexy do colégio e namora um cara bem mais velho. Linnéa tem pai alcoólatra e é malfalada na escola. Rebecka parece ter uma vida de contos de fadas, mas esconde de todos que tem um distúrbio alimentar. Anna-Karin sofre bullying e deseja ser invisível. Ida, apesar de popular, é detestada tanto pelos professores quanto pelos alunos. 
Elas não são amigas nem têm quase nada em comum, exceto o fato de frequentarem o mesmo colégio na cidadezinha sueca de Engelsfors. Quando uma lua vermelho-sangue surge no céu, as seis são atraídas por uma força misteriosa até um parque de diversões abandonado, onde descobrem que são as Escolhidas, um grupo de bruxas ligadas por uma antiga profecia, e que uma força terrível foi libertada. Diante de uma série de suicídios suspeitos, elas precisam se unir e aprender a usar suas habilidades mágicas recém-adquiridas se quiserem sobreviver. Juntas, formam um círculo poderoso, capaz de impedir uma profecia que anuncia o fim do mundo. Separadas, são caçadas por um inimigo misterioso que as persegue dentro e fora da escola.


Resenha:
Depois de muito tempo sem postar resenhas nesse blog literário, eu voltei para falar do livro Círculo, dos autores Mats Strandberg e Sara Bergmark Elfgreen. O livro se passa na cidade de Engelsfors, lá vivem 6 garotas unidas por um motivos especial. Um dia após a morte de um garoto estranho no banheiro do colégio delas, é noite de uma incomum lua vermelho-sangue e elas são atraídas por uma força misteriosa para um parque de diversões abandonado, onde descobrem que são um grupo de bruxas muito poderosas e que têm um destino a cumprir e precisam se unir para deter as Trevas que as cercam. Todas elas têm algum poder especial e dominam um elemento, elas formam, juntas, um Círculo, que é a reposta para todas as sua perguntas, no entanto com o poder vem as responsabilidades, e são muitas no seu caso, já que estão ligadas por uma antiga profecia e precisam desvendar a morte de Elias, o qual aparentemente se suicidou no colégio, mas elas sabem que isso não é verdade.
O desenvolver da história trata-se dessas seis garotas descobrindo a si mesmas e ao que são capazes, todas têm seus problemas próprios e diferenças entre si, mas precisam deixá-las para trás e trabalhar juntas para que possam cumprir seus destinos, nenhuma das protagonistas que vivem até o final me agradou muito, mas quase todas são suportáveis, a narrativa dos autores é bem fluida e rápida, o que ajudou bastante na hora da leitura, apesar de ser um livro relativamente grande, não é de uma linguagem difícil e nem complicado de se entender, ele é um jovem adulto sobrenatural que tem entretenimento de sobra em sua fórmula e uma mitologia que, apesar de não muito bem elaborada nesse livro, com certeza será trabalhada nos outros livros da série e sim, esse é o primeiro livro de uma série chamada Engelsfors.


Como todo o livro jovem adulto, nessa história tem romance, mas não é o foco, e como todas as personagens principais são mulheres, não é um só casal que é formado, não é algo entendiante nem nada do tipo. Além disso, eu gostei que os autores não focaram só nos problemas criados pela sua mitologia, mas focaram também nos problemas de uma adolescente comum, como anorexia, bullying e até os problemas de sair de casa, de brigas familiares esses tipos de coisa.
Um ponto falho que eu encontrei, foi logo no final da história, onde a batalha travada foi muito rápida, ela poderia ter sido melhore explorada e trabalhada, também achei que foi criado um reboliço muito grande em cima de um conflito e na hora de resolvê-lo, muitos pontos ficaram em aberto, por esses motivos eu tirei uma estrela, mas fora isso o livro é super bem desenvolvido, tem começo, meio e fim, além de uma mitologia super interessante, a qual eu mal vejo a hora de saber mais no próximo livro da série.
Ignore a confusão de nomes no começo do livro, ignore o final mal resolvido e entre de cara na aventura dessas seis amigas que descobrem fazer parte de uma realidade totalmente diferente do que acreditam, acompanhem seus problemas pessoais, suas intrigas entre si, suas autodescobertas e se divirta, seja dando risada, ou seja chorando junto com elas, o livro Círculo é uma ótima pedida para os amantes de fantasia, aventura, magia e histórias sobrenaturais de bom gosto!
Abraços,
Gabriel

3 comentários:

  1. Falou de bruxas e profecias, considere o livro dentro da minha sacola, na minha estante e na minha cabeceira para ler antes de dormir.
    Que resenha perfeita, me encantei com esse livro e quero ler ele nesse instante <3

    XOXO :D
    Joven Clube | Clique aqui :)

    ResponderExcluir
  2. Desejo ler esse livro :3
    Mas infelizmente estou lendo muitas sagas, comecei várias e não terminei nenhuma :( Pretendo terminar pelo menos uma antes de começar outra, mas vou colocar esse livro na minha lista com toda certeza.
    Beijos,
    Blog: Anjo de Cereja & Blog: Contos Fantásticos

    ResponderExcluir
  3. Muito jóia essa resenha, deu até vontade de ler esse livro. Bjs

    ResponderExcluir

Fala galera! Vamos conversar um pouco sobre os comentários?

-> Eu adoro ler comentários, sério, gosto muito, mas a gente que é blogueiro percebe quando a pessoa leu o conteúdo do post e quando ela não leu. Por mais que você esteja comentando, a gente percebe que você não leu o post e isso não é muito legal, então comente coisas coerentes ao post, por favor, respeito quem escreveu o conteúdo lendo e comentado coisas inteligentes, comentários com "que legal! Comente no meu blog" não são legais.

-> Se você tem um blog de qualquer gênero, vou adorar conhecer. Talvez não vá lá no dia em que você comentou, ou no dia seguinte, mas mais dia menos dia vou conferir lá, e se você seguir o meu, eu sigo se volta sem nenhum problema!

-> Sem ofensas, por favor. Nunca passei por nenhum constrangimento durante o período de existência do blog e nem quero passar, então respeito é bom e todos gostam.

Comentem à vontade!
Abraços,
Gabriel