31 de maio de 2013

Promoção do Dia na Submarino!


Hoje vim aqui cedinho contar pra vocês a promoção do dia da Submarino! Quem não sabe, Submarino é uma loja virtual onde todos os leitores realizam o seu sonho: comprar muitos livro por um bom preço. 
Todos os dias tem algum tipo de promoção bombástica, nem sempre é de livros, já que a submarino é uma loja de departamentos, mas quando for de livros, estarei eu aqui no blog para mostrá-las para vocês ;)! A promoção do dia de hoje é do livro A Gerra dos Tronos, escrito pelo George R. R. Martim, o livro rendeu uma série de televisão, que teve uma segunda temporada baseada no segundo livro da série As Crônicas de Gelo e Fogo,os livros foram publicados aqui no Brasil pela editora Leya, mas enfim, ela ficou muita conhecida principalmente entre os jovens, se você tem entre 10 e 30 anos e nunca ouviu falar da série, qual o seu problema? Vive em outro mundo? rs. Mas além do livro, a promoção do dia permite que você tenha o livro e o HQ, que também fez muito sucesso! Por um ótimo preço: R$: 29,90 ,o que seria normalmente 90 reais baixou legal de preço né!? A promoção não me interessa muito, já tenho o livro (ganhei de natal+aniversário) e não curto muito quadrinhos! Mas pra muitos amantes da literatura fantástica essa promoção vale ouro hein. Não deixem de conferir!
Então é isso gente!
Até a próxima!
;)

Capa de The House of Hades Publicada!

Notícia aos amantes de mitologia greco-romana que são viciados nos livros do Riordan assim como eu, saiu a capa do terceiro livro da série Os Heróis do Olimpo, escrito por Rick Riordan. Os livros do Rick tiveram um efeito Buum! bem grande, acredito, ou melhor, tenho certeza que foi por causa de sua astúcia em fazer com que o leitor queira cada vez mais. Não li A Marca de Atena ainda, mas fizeram o favor de me contar um grande spoiler, obrigado Maria Esther, por estragar a graça do livro! Mas enfim, tudo indica que entre esse mês agora de junho e o mês de julho eu vou terminar as duas séries, pretendo acelerar as minhas leituras nas férias e ler pelo menos 36 livro esse ano, pra dizer que li 3 livros todo o mês, o que é um ótimo número de leituras, mas enfim, voltando à capa, acho que essa é a mais bonita de todas, conseguiu ser mais bonita do que a capa de O Filho de Netuno, quero muito ler os livros da série, mas também quero ler outros e Agrh! São tantos livros, tantas coisas que quero ler, acho que vou ter que morrer e renascer pra ler todos os livro que eu quero! rs, mas é sério. Enfim, o livro provavelmente vai ser lançado ainda esse ano pela fantástica da Intrínseca, eu espero já ter lido todos quando isso acontecer!
Então é isso gente!
Até a próxima!
;)

Top 5 livro que abandonei mas pretendo ler!

Como um leitor de muitos livro, rs também já tive aqueles livros que não entraram de primeira, mas não é porque são ruim, pelo menos em sua maioria. Hoje vou mostrar 5 desses que eu cheguei a abandonar mas pretendo voltar á leitura. Vamos lá:





A Corrida de Escorpião
Esse livro não foi das minhas melhores leituras, lembro que quando estava em pleno as minhas férias agitadas queria um livro de ação, com sangue, emocionante. Fui com muita fome ao pote e me decepcionei. Não gosto de narrativa poética, ela me dá vontade de dormir. Gosto de ação, morte, terror, um pouco de drama, mas poesia não é o meu estilo de narrativa favorita. De qualquer jeito, pretendo ler esse livro logo, quem sabe agora que as férias já foram e eu tô mais calmo ele não entra!






Na Pior em Paris e Londres
Outro livro que sofreu a maldição de ter caído perto das férias foi esse. Só que ao contrário do primeiro, a narrativa do Orwell é incrível. Você sente o que ele sente, vê o que ele vê, faz o que ele faz e percebe o que ele percebe, entenderam? Pois é, assim é a narrativa do George aqui. Ah Gabriel, então por que você o abandonou? Simples, a narrativa do Orwell é bem pesada, não é pra qualquer um, então vou esperar um outro tempo mais calmo, porque minhas férias vforam muito agitadas, como morava em um condomínio, vivia descendo para brincar, agora me mudei para casa, não tenho muitos vizinhos, então, como diriam meus colegas #partiu George Orwell! rs









Doze
Apesar de ter abandonado olivro durante o período de férias, não foi porque ele é lento ou difícil, é porque ele é chato mesmo. Uma narrativa nada cativante, personagens mal construídos, não gostei, mas quem sabe no futuro retornar né?












Rangers 2 - Ponte em Chamas
Também não abandonei esse livro porque a estória e ruim, abandonei porque descobri que pra eu ler um livro medieval, tenho que tá com muita paciência, coisa que me faltou, mas pretendo terminar de ler essa série ainda nesse ano, talvez tenha sido por esse motivo que eu também não cheguei a terminar de ler A corrida de escorpião, mas logo logo vou ler os dois!










Pedro e Haquim
Esse livro eu recebi do próprio autor, mas não consegui terminar de ler pela linguagem extremamente culta que ele empregou a este livro, não é tão fácil quanto parece, o livro é bem pequenininho por se tratar de um conto, mas tem reflexões profundas sobre a existência e coisas do tipo, já retornei a leitura e talvez nesse mês mesmo vocês tenham uma resenha novinha em folha!






Então é isso gente! Volto outro dia com um O que Estou Lendo ou com um O que eu comprei, nunca se sabe o que o futuro nos reserva! rs
Até a próxima!
;)

30 de maio de 2013

Qual o meu gênero literário favorito?

Nunca parei um momento para pensar sobre quais foram os melhores livros da minha vida e sobre quais foram suas temáticas. Hoje fiquei curioso quanto a isso por  mim mesmo. Comecei a pesquisar e me baseei nos livros que eu mais gosto: Harry Potter, Extraordinário, As Vantagens de ser Invisível e outros.
Cheguei a conclusão de que, por mais que eu seja super divertido e não costume ser depressivo, meu estilo literário favorito é uma espécie de drama, mas não o drama normal, pesquisei mais um pouco e descobri o gênero Sick-lit, se você pensar bem, pelo nome mesmo já dá pra saber mais ou menos sobre o que se trata, Sick=doente. Portanto, o gênero se trata da estória de pessoas que passam por alguma doença, ou dificuldade facial, corporal, não sei explicar direito, mas livro como Extraordinário (resenha) retratam o gênero, como o livro foi a melhor leitura da minha vida, posso dizer que esse se encaixa no meu gênero favorito! Além de Extraordinário, o livro As Vantagens de ser Invisível também se encaixa nesse gênero. Por isso vou mostrar alguns livros que eu já li do gênero e alguns que pretendo comprar.
Desejado

O Lado Bom da Vida

Pat Peoples, um ex-professor na casa dos 30 anos, acaba de sair de uma instituição psiquiátrica. Convencido de que passou apenas alguns meses naquele “lugar ruim”, Pat não se lembra do que o fez ir para lá. O que sabe é que Nikki, sua esposa, quis que ficassem um "tempo separados". Tentando recompor o quebra-cabeças de sua memória, agora repleta de lapsos, ele ainda precisa enfrentar uma realidade que não parece muito promissora. Com seu pai se recusando a falar com ele, a esposa negando-se a aceitar revê-lo e os amigos evitando comentar o que aconteceu antes da internação, Pat, agora viciado em exercícios físicos, está determinado a reorganizar as coisas e reconquistar sua mulher, porque acredita em finais felizes e no lado bom da vida. Uma história comovente e encantadora, de um homem que não desiste da felicidade, do amor e de ter esperança.


lido,favorito e resenhado ;) aqui
Extraordinário    
August Pullman, o Auggie, nasceu com uma síndrome genética cuja sequela é uma severa deformidade facial, que lhe impôs diversas cirurgias e complicações médicas. Por isso ele nunca frequentou uma escola de verdade... até agora. Todo mundo sabe que é difícil ser um aluno novo, mais ainda quando se tem um rosto tão diferente. Prestes a começar o quinto ano em um colégio particular de Nova York, Auggie tem uma missão nada fácil pela frente: convencer os colegas de que, apesar da aparência incomum, ele é um menino igual a todos os outros.

Narrado da perspectiva de Auggie e também de seus familiares e amigos, com momentos comoventes e outros descontraídos, Extraordinário consegue captar o impacto que um menino pode causar na vida e no comportamento de todos, família, amigos e comunidade - um impacto forte, comovente e, sem dúvida nenhuma, extraordinariamente positivo, que vai tocar todo tipo de leitor.

lido e resenhado ;) aqui


A Culpa é das Estrelas
A culpa é das estrelas narra o romance de dois adolescentes que se conhecem (e se apaixonam) em um Grupo de Apoio para Crianças com Câncer: Hazel, uma jovem de dezesseis anos que sobrevive graças a uma droga revolucionária que detém a metástase em seus pulmões, e Augustus Waters, de dezessete, ex-jogador de basquete que perdeu a perna para o osteosarcoma. Como Hazel, Gus é inteligente, tem ótimo senso de humor e gosta de brincar com os clichês do mundo do câncer - a principal arma dos dois para enfrentar a doença que lentamente drena a vida das pessoas.
Inspirador, corajoso, irreverente e brutal, A culpa é das estrelas é a obra mais ambiciosa e emocionante de John Green, sobre a alegria e a tragédia que é viver e amar.



lido e resenhado ;) aqui

As Vantagens de Ser Invisível
Ao mesmo tempo engraçado e atordoante, o livro reúne as cartas de Charlie, um adolescente de quem pouco se sabe - a não ser pelo que ele conta ao amigo nessas correspondências -, que vive entre a apatia e o entusiasmo, tateando territórios inexplorados, encurralado entre o desejo de viver a própria vida e ao mesmo tempo fugir dela.
As dificuldades do ambiente escolar, muitas vezes ameaçador, as descobertas dos primeiros encontros amorosos, os dramas familiares, as festas alucinantes e a eterna vontade de se sentir "infinito" ao lado dos amigos são temas que enchem de alegria e angústia a cabeça do protagonista em fase de amadurecimento. Stephen Chbosky capta com emoção esse vaivém dos sentidos e dos sentimentos e constrói uma narrativa vigorosa costurada pelas cartas de Charlie endereçadas a um amigo que não se sabe se real ou imaginário.
Íntimas, hilariantes, às vezes devastadoras, as cartas mostram um jovem em confronto com a sua própria história presente e futura, ora como um personagem invisível à espreita por trás das cortinas, ora como o protagonista que tem que assumir seu papel no palco da vida. Um jovem que não se sabe quem é ou onde mora. Mas que poderia ser qualquer um, em qualquer lugar do mundo.

Acho que esses foram os principais livros do gênero que li e quero, mas entre outros que eu conheci recentemente, estão os dois romances Como eu era antes de você e Um amor para recordar, não sei se vou lê-los, mas se vocês já leram a minha postagem em que eu falo sobre livros que são lançamentos e sobre minha vida mesmo, sabem que uma das minhas metas desse ano é ler pelo menos um romance, talvez o livro "O futuro de nós dois" seja trocado por um desses dois. Não sei muito bem, mais tarde vou ao shopping e pretendo voltar com no mínimo um livro, ou  que o dinheiro me permitir rs!
Então é isso gente, conheci melhor  gênero lendo um post da Mi, do blog Recanto da Mi, é muito legal lá, visitem, as resenhas dela são ótimas!
Até a próxima!
;)

28 de maio de 2013

Resenha - Diário de um Banana #2

Título: Diário de um Banana: Rodrik é o Cara
Autor:Jeff Kinney
Editora: V&R
Série: Diário de um Banana
Classificação: 3|5
Onde Comprar:
Saraiva   Submarino   Travessa   Cultura


Sinopse:
Faça o que quiser, só não pergunte a Greg Heffley como foram suas férias de verão, porque ele realmente não quer falar sobre isso. De volta às aulas, Greg está ansioso para enterrar de vez os últimos três meses... e um acontecimento em particular. Mas seu irmão mais velho, Rodrick, não vai deixar que as coisas caiam no esquecimento assim tão fácil. Ele é testemunha de um "pequeno" incidente que Greg quer manter em sigilo. Mas sabe como são os segredos, né? Logo, logo estão na boca do povo, especialmente quando há um diário envolvido na confusão.

27 de maio de 2013

Resenha - Mau Começo

Título: Mau Começo
Autor: Lemony Snicket
Editora: Cia. das Letras
Série: Desventuras em Série
Páginas: 148
Classificação: 4,5|5
Onde Comprar:


Sinopse:
Mau Começo é o primeiro volume de uma série em que Lemony Snicket conta as desventuras dos irmãos Baudelaire. Violet, Klaus e Sunny são encantadores e inteligentes, mas ocupam o primeiro lugar na classificação das pessoas mais infelizes do mundo. De fato, a infelicidade segue os seus passos desde a primeira página, quando eles estão na praia e recebem uma trágica notícia. Esses ímãs que atraem desgraças terão de enfrentar, por exemplo, roupas que pinicam o corpo, um gosmento vilão dominado pela cobiça, um incêndio calamitoso e mingau frio no café da manhã. É por isso que, logo na quarta capa, Snicket avisa ao leitor: "Não há nada que o impeça de fechar o livro imediatamente e sair para uma outra leitura sobre coisas felizes, se é isso que você prefere".

26 de maio de 2013

Resenha - Diário de um Banana

Título: Diário de um Banana
Autor: Jeff Kinney
Editora: V&R
Páginas: 218
Classificação: 4|5
Onde Comprar: Saraiva   


Sinopse:
Não é fácil ser criança. E ninguém sabe disso melhor do que Greg Heffley, que se vê mergulhado no ensino fundamental, onde fracotes subdesenvolvidos dividem os corredores com garotos mais altos, mais malvados e que já se barbeiam. Em Diário de um Banana, Greg nos conta as desventuras de sua vida escolar. Em busca de um pouco de popularidade (e também de um pouco de proteção), o garoto se envolve em uma série de situações que procura resolver de uma maneira muito particular. No primeiro livro da coleção, o autor e ilustrador Jeff Kinney nos apresenta um herói improvável e encantador. Um garoto comum às voltas com os desafios da puberdade.

24 de maio de 2013

Resenha - O Ladrão de Raios

Título: O Ladrão de Raios
Autor: Rick Riordan
Editora: Intrínseca
Páginas: 400
Classificação: 4|5
Onde Comprar: Saraiva


Sinopse:
Primeiro volume da saga Percy Jackson e os olimpianos, O ladrão de raios esteve entre os primeiros lugares na lista das séries mais vendidas do The New York Times. O autor conjuga lendas da mitologia grega com aventuras no século XXI. Nelas, os deuses do Olimpo continuam vivos, ainda se apaixonam por mortais e geram filhos metade deuses, metade humanos, como os heróis da Grécia antiga. Marcados pelo destino, eles dificilmente passam da adolescência. Poucos conseguem descobrir sua identidade.
O garoto-problema Percy Jackson é um deles. Tem experiências estranhas em que deuses e monstros mitológicos parecem saltar das páginas dos livros direto para a sua vida. Pior que isso: algumas dessas criaturas estão bastante irritadas. Um artefato precioso foi roubado do Monte Olimpo e Percy é o principal suspeito. Para restaurar a paz, ele e seus amigos - jovens heróis modernos - terão de fazer mais do que capturar o verdadeiro ladrão: precisam elucidar uma traição mais ameaçadora que a fúria dos deuses.

23 de maio de 2013

De que casa de Hogwarts você seria?

O blog tá bem desatualizado, eu sei, mas tô dando conta dos estudos atualmente, ainda agora tava navegando pela internet e vi num blog um negócio sobre coisas do tipo: de que casa de Hogwarts você é e coisas do tipo.
Fiquei bem curioso e claro, fui procurar testes para fazer e mostrar pra vocês, o primeiro site que eu acessei foi o Youthink, vocês podem ir pra lá clicando aqui, ou na imagem. O resultado nesse primeiro site foi Ravenclaw ou Corvinal, eu gosto muito de azul, tipo, muito mesmo, então acho que a casa meio que combinou comigo!

Sua casa em Hogwarts
Ravenclaw
Corvinal, A casa dos que têm a mente sempre alerta. Onde os homens de grande espírito e saber sempre encontrarão companheiros iguais a si.

Fiquei satisfeito, tá que não é Grifinória e tal, mas eu gosto dessa casa, eu também falava o nome dela errado, eu falava cornival até ler direito o título.  Já no segundo site, o site ProPrfis, você pode clicar no nome ou na imagem aqui embaixo, meu resultado foi a Grifinória, eu gostei, mas não sei qual ia ser melhor pra mim! Enfim, tá tarde e eu já vou dormir, mas divirtam-se fazendo os testes! 
Your Result

 GRIFINÓRIA

Grifinória abriga os alunos que mais possuem bravura e coragem, fazem qualquer coisa para ajudar os amigos. (Objeto de Godric Gryffindor: uma espada de rubi.)

Então é isso gente! 
Espero que tenham gostado!
No final, fiquei na Grifinória e na Cornival!
De que casa vocês são!

19 de maio de 2013

O Que Aconteceu Nesses Últimos Dias...

Hoje vim conversar um pouco com vocês sem um assunto específico, vou contar novidades e falar o que vem acontecendo nesses dias, considerem esse post como um vamos conversar sobre!
Fiquei uns dias sem postar nada, mas a resenha do Harry finalmente saiu, depois de quase um mês ter se passado depois de eu ter lido, mas o tempo não foi muito ao meu favor.
Os lançamentos do mês tão ótimos! Eu tava passando em uns canais e blogs literários e vi num deles que finalmente lançou a continuação de O filho de Netuno, com o título A marca de Atena, ainda não li a série toda, só o primeiro livro, mas já tô vendo quando vou comprar pra ter logo na coleção.
Esse é um dos problemas de gostar tanto de livros, você se planeja todo pra comprar só um, aquele que você ficou o mês todo economizando pra comprar, aí, quando você chega na livraria, outros milhares de lançamentos fazem sua cabeça virar e você acaba comprando um deles!
Também refletindo sobre os tais lançamentos, percebi que nunca li um livro que fosse somente romance, só o romance, todos os livros que li tinham, ou romance e ficção científica, ou romance e ação, ou enfim, romance + algum outro gênero. Decidi comprar um livro só de romance, pra dizer que eu li rs! O livro escolhido foi O Futuro De Nós Dois, um lançamento da editora Galera que promete ser um ótimo livro.

Ele conta a história de Emma e Josh, dois amigos que ganham um CD  e acabam viajando para o futuro, que, no caso, é a época que nós vivemos, considerando que a estória se passa em 1996. O livro parece ser um daqueles romances que quando viram filme fazem a gente morrer de rir, enfim, nunca li um romance, repito, não sei se vou gostar, em geral, meus livros sempre tem sobrenatural. Vamos á busca! Continuo procurando O Teorema Katherine, mas a sorte está contra mim!

Agora só tenho interne nos finais de semana, eu admito que sempre fui meio nerd, mas nunca tinha tido problemas com notas, infelizmente, tudo tem uma primeira vez :(
Já terminei de ler O Ladrão de Raios, mas  não sei dizer quando sai a resenha. Também descobri que não consigo ler nos finais de semana porque sempre tem festa aqui em casa, um dos motivos pra eu ler devagar é isso! 
Mas é isso gente, amanhã vou ver O Massacre da Serra Elétrica no cinema, falando em filmes e coisas assim, fui a um tributo ao Legião Urbana, foi muito TOP! O primeiro show da minha vida foi esse!
Ah! Já ia esquecendo, o que vocês acharam do novo layout? Foi o tio Railesson que fez, muito feliz! Descobri também nessa semana o blog e vlog da Vi, chama-se A Vi Viu, ela faz ótimas resenhas e comentários sobre coisas em geral, é muito legal!
Tô contando os minutos pra ver o filme Cidade dos Ossos, se você nunca leu, tem uma resenha aqui no blog!
Bem... É isso gente, se vocês quiserem saber de mais lançamentos, eu recomendo você acessarem o blog da Pâm, ela tem uma página só para lançamentos e é por lá que eu me baseio!
Até a próxima!
;)

18 de maio de 2013

Resenha - Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban

Título: Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban
Editora: Editora Rocco
Autora: J. K. Rowling
Páginas: 318
Classificação: 5|5
Onde Comprar:Saraiva   

Sinopse:
As aulas estão de volta a Hogwarts e Harry Potter não vê a hora de embarcar no Expresso a vapor que o levará de volta à escola de bruxaria. Mais uma vez suas férias na rua dos Alfeneiros, 4, foi triste e solitária. Tio Válter Dursley estava especialmente irritado com ele, porque seu amigo Rony Weasley tinha lhe telefonado. E ele não aceitava qualquer ligação de Harry com o mundo dos mágicos dentro de sua casa. A situação piorou ainda mais com a chegada de tia Guida, irmã de Válter. Harry já estava acostumado a ser humilhado pelos Dursley, mas quando tia Guida passou a ofender os pais de Harry, mortos pelo bruxo Voldemort, ele não agüentou e transformou-a num imenso balão. Irritado, fugiu da casa dos tios, indo se abrigar no Beco Diagonal.
Lá ele reencontra Rony e Hermione, seus melhores amigos em Hogwarts e, para sua surpresa, é procurado pelo próprio Ministro da Magia. Sem que Harry saiba, o ministro está preocupado com o garoto, pois fugiu da prisão de Azkaban o perigoso bruxo Sirius Black, que teria assassinado treze pessoas com um único feitiço e traído os pais de Harry, entregando-os a Voldemort. Sob forte escolta, o garoto é levado para Hogwarts.
Na escola as dificuldades são as de sempre: Severo Snape, o professor de Poções, o trata cada vez pior, enquanto ele tem de se esforçar nos treinos de quadribol, e levar Grifinória à vitória do campeonato. Para piorar a situação, os terríveis guardas de Azkaban, conhecidos por dementadores, estão de guarda nos portões da escola, caso Sirius Black tente algo contra Harry. Por fim, Harry tem de enfrentar seu inimigo para salvar Rony e obrigado a escolher entre matar ou não aquele que traiu seus pais.
Com muita ação, humor e magia, Harry Potter e o prisioneiro de Azkaban traz de volta o gigante atrapalhado Rúbeo Hagrid, o sábio diretor Alvo Dumbledore, a exigente professora de transformação Minerva MacGonagall e o novo mestre Lupin, que guarda grandes surpresas para Harry.

12 de maio de 2013

Resenha - Extraordinário

Título: Extraordinário
Editora: Intríseca
Autora: R. J. Palacio
Páginas: 318
Classificação: 5|5
Onde Comprar: Saraiva 


Sinopse:
August Pullman, o Auggie, nasceu com uma síndrome genética cuja sequela é uma severa deformidade facial, que lhe impôs diversas cirurgias e complicações médicas. Por isso ele nunca frequentou uma escola de verdade... até agora. Todo mundo sabe que é difícil ser um aluno novo, mais ainda quando se tem um rosto tão diferente. Prestes a começar o quinto ano em um colégio particular de Nova York, Auggie tem uma missão nada fácil pela frente: convencer os colegas de que, apesar da aparência incomum, ele é um menino igual a todos os outros.
Narrado da perspectiva de Auggie e também de seus familiares e amigos, com momentos comoventes e outros descontraídos, Extraordinário consegue captar o impacto que um menino pode causar na vida e no comportamento de todos, família, amigos e comunidade - um impacto forte, comovente e, sem dúvida nenhuma, extraordinariamente positivo, que vai tocar todo tipo de leitor.

8 de maio de 2013

Na lista de desejos!


Hoje vim mostrar para vocês os 15 livros que eu tô querendo! Faz tempo que eu não faço um top algum número, mas o de hoje, é mais pra uma lista de presente, afinal, nunca se é demais para comprar livros!

5 de maio de 2013

O Autor e os Livros - John Flanagan

Letras de Pijamas
Hoje vim mostrar pra vocês um pouco da vida do autor de Rangers, talvez a postagem seja meio pequena, é porque eu já devia estar dormindo! Mas o sono não vem e tô afim de escrever, então...
O autor tem, no Brasil, apenas duas séries publicadas, a série Rangers e a Ordem dos Arqueiros e a série Brotherband, que foi seu último lançamento: Os Exilados. Todos os seus livros foram publicados pela editora Fundamento que é, como todos devem saber, uma editora focada mais nos livros infanto-juvenis. 
Originalmente, escreveu estes livros para encorajar seu filho a ler. Michael era um garoto pequeno, assim como Will no livro, e todos os seus amigos eram maiores e mais fortes que ele. John queria mostrar que ler era divertido e que os herois não precisam ser fortes e grandiosos. 
Começou como publicitário, depois se tornou escritor e editor de textos. Criou dingles para comerciais, folhetos e videos coorporativos. Também foi autor de comédias e dramas da TV.Em 2008 ele ganhou os prêmios de livro do ano para jovens e de sucesso internacional da Australian Publishers Association pelo livro Erak's Ransom.
Ele nasceu em SydneyAustrália22 de maio de 1944) e é um escritor australiano.

Brotehrband (série)
O pequeno e franzino Hal nunca conheceu o pai, um dos maiores guerreiros que defenderam o reino de Escândia. Bem diferente dele, Hal em nada se parecia com um forte e bravo lutador, características valorizadas por seus conterrâneos, tradicionalmente valentes homens do mar. Isso e o mais o fato de ele ser filho de uma escrava vinda de Araluen o tornava um estrangeiro em seu país. Mesmo sentindo-se exilado entre seu povo, havia algo que aproximava Hal dos outros garotos - o Brotherband, ou 'irmãos em armas' - um conjunto de treinamentos que simulava as atividades da tripulação de um barco, com equipes que competiam entre si em testes de resistência e força e aprendiam as habilidades necessárias para se tornarem guerreiros invencíveis. Rejeitado pelos líderes dos demais grupos, Hal junta-se a seu grande amigo Stig e a outros renegados e forma o próprio time. Mas um fato inesperado poderá mudar o destino dessa equipe incomum e levá-la a navegar por mares perigosos, rumo a aventuras e batalhas. 

Rangers (série)
Will é um garoto pequeno e frágil que sempre sonhou em ser um guerreiro, assim como seu pai, que nunca conheceu. Ele cresceu no Castelo De Redmont, sob a proteção do Barão Arald, que protegia os filhos de quem havia morrido protegendo o seu Castelo. Quando tem 15 anos, ele não é aceito na escola de guerra por ser muito pequeno, e nem em nenhuma das outras escolas. Halt, o arqueiro, testa Will sem ele saber e constata que ele seria um bom arqueiro, e que aceita Will como seu aprendiz. A partir dai Will começa a ser treinado por Halt. Horace foi criado com Will e os dois sempre brigaram, e Will sempre perdia as brigas por ser pequeno e Horace ser grande e forte. Horace entra na escola de guerra, mas alguns garotos do 2º ano pegam no pé dele, e batem nele. Até Will e Halt ajudarem-no a dar uma lição neles. A partir daí Will e Horace viram grandes amigos. Os arqueiros do reino são misteriosos, alguns acham que são feiticeiros, por andarem sem serem notados. São como uma espécie de agentes secretos do rei. Suas armas, alem do arco e da flecha são as facas, duas mais exatamente: a faca de atirar e a faca de caça. Há vários segredos sobre o manejo das facas, um deles, Horace que aprendeu com Will e Gillan o movimento, usa para vencer o vilão Morgarath. O segredo de andarem sem serem notados são suas capas.
Aclamada pela crítica do mundo todo. Da lista dos livros mais vendido do New York Times. Publicado em mais de 20 países e 2 milhões de cópias vendidas. Vencedor de vários prêmios literário,um verdadeiro Best-Saller. 
Atualmente John Flanagan vendeu os direitos do primeiro livro para ser feito em filme, mas não se tem previsão para lançamento.
Então é isso gente!
Até a próxima!
;)

3 de maio de 2013

Para dar de Presente #3

As editoras sempre têm novidades e coisas novas, com edições novas e páginas novas e enfim, aqui no blog, de vez em quando vou mostrar alguns livros com edições diferentes e novas, bonitonas, que podem ser uma ótima opção de presente, para que gosta ou para quem não gosta de literatura, afinal, são tão bonitas, que valem à pena ter, mesmo que seja só para ter na estante. Assim, nasceu a coluna “Para dar de Presente”!
Hoje vim fazer mais um "Para dar de Presente" aqui no blog! Vou mostrar pra vocês (novamente) uma das edições da editora Cia. das Letras! Mas os livros de hoje têm temáticas diferentes e podem até não ser considerada clássicos, se vocês forem ver com uma visão mais crítica! São os livros do George Orwel, um autor renomado que passou a ser famoso por ter escrito os romances A revolução dos bichos e 1984.
Os livros têm capas muuito maneiras! Com imagens que tem haver com a história do livro. Claro que se você quiser dar de presente pra alguém, recomendo que você compre o A revolução dos bichos, porque:
1) É um livro pequeno, então quem não gosta de ler, poderia lê-lo facinho
2)É o livro mais famoso dele e quanto à classificação, é o segundo no Skoob
3) Considerando que a maioria esmagante dos livros do George são caros, esse é o mais barato que eu já vi, na livraria do aeroporto de Brasília o livro tava R$:28,50 o que é um preço barato, não comprei porque tava sem dinheiro, mas vou completar minha coleção do autor antes de morrer (se Deus quiser e, por favor, queira Deus!!! rs).
Como o vale presente de natal+aniversário das minhas tias: Rita e Márcia + 150 reais da minha mãe, consegui comprar um box do autor com 4 livros, os citados são: 


Na Pior em Paria e Londres
No final do anos 20, decidido a tornar-se escritor, o jovem Eric Arthur Blair resolveu viver uma experiência pioneira e radical: submeter-se à pobreza extrema - e depois narrá-la. Em 1928, instalou-se em Paris com algumas economias e começou a dar aulas de inglês - mas em pouco tempo perdeu os alunos e foi roubado. Sem dinheiro, passou fome, penhorou as próprias roupas, trabalhou em restaurantes sórdidos e por fim partiu para a Inglaterra.
Enquanto esperava por um emprego incerto, radicalizou ainda mais sua experiência convivendo intensamente com os mendigos de Londres, perambulando de albergue em albergue, atrás de dormida, comida e tabaco.
É essa vivência miserável que Orwell relata com humor e indignação, distanciamento e participação. Recusado por várias editoras inglesas, o livro só foi publicado em 1933, trazendo, pela primeira vez, o pseudônimo que consagraria um dos maiores escritores do século XX. Com posfácio de Sérgio Augusto.






O Caminho para Wigan Pier
Impressionante relato das experiências de George Orwell no coração da classe trabalhadora das regiões carvoeiras do norte da Inglaterra nos anos 1930, O Caminho para Wigan Pier é também uma polêmica mordaz sobre a estrutura de classes no capitalismo. Neste livro, vemos o futuro e celebrado autor de clássicos universais já em plena florescência de seu projeto literário e existencial, que o levou a abandonar os privilégios de sua classe, a execrar qualquer forma de imperialismo e a mergulhar de corpo e alma na vida dos trabalhadores pobres e dos excluídos sociais. 








1984
"1984" não é apenas mais um livro sobre política, mas uma metáfora do mundo que estamos inexoravelmente construindo. Invasão de privacidade, avanços tecnológicos que propiciam o controle total dos indivíduos, destruição ou manipulação da memória histórica dos povos e guerras para assegurar a paz já fazem parte da realidade. Se essa realidade caminhar para o cenário antevisto em 1984 , o indivíduo não terá qualquer defesa. Aí reside a importância de se ler Orwell, porque seus escritos são capazes de alertar as gerações presentes e futuras do perigo que correm e de mobilizá-las pela humanização do mundo.





Como morrem os pobres
Para George Orwell, nada substituía a experiência direta da vida. E foi com base na vivência pessoal e na observação crítica do mundo que ele escreveu ensaios, artigos e crônicas ao longo de toda a vida. Alguns dos mais representativos desses textos estão reunidos em Como morrem os pobres e outros ensaios. 
Na primeira seção do livro, por exemplo, estão os relatos e reflexões de Orwell sobre sua vivência pessoal como sem-teto, colhedor boia-fria de lúpulo, presidiário e paciente de um hospital público. Em outra parte enfeixam-se seus vigorosos artigos sobre o uso da linguagem verbal no romance, na poesia, na propaganda política e no jornalismo. 
A gama de interesses do escritor é inesgotável. Com a mesma verve e conhecimento de causa, ele fala sobre temas graves, como a hipocrisia intelectual, ao lado de assuntos mais leves e aparentemente até fúteis, como os trajes da elite britânica e o gosto do cidadão inglês por crimes sensacionalistas. 
De todos os tópicos, sejam grandes ou pequenos, Orwell extrai revelações sobre a estrutura da sociedade, as mudanças nos costumes, as transformações profundas operadas na Inglaterra e no mundo na primeira metade do século XX.

Vieram num box mais ou menos assim ó:

Então é isso gente!
Fica a dica de presente!
Até a próxima!
:-)

2 de maio de 2013

Resenha - Ruínas de Gorlan


Título: Rangers 1 – Ruínas de Gorlan
Autor: John Flanagan
Editora: Fundamento
Páginas: 240
Classificação: 3|5


Sinopse:
A série segue as aventuras de Will, um órfão que se torna aprendiz de Arqueiro, pois deseja proteger o reino de Araluen de traidores, invasores e outros perigos. Seu mentor é o experiente e respeitado arqueiro de Redmont, Halt. A série já vendeu mais de 3 milhões de cópias em todo o mundo.

1 de maio de 2013

O que eu li neste mês! #1


Esse mês foi até bom, comparado ao começo do ano foi ótimo! Li 5 livros, o que é meu ritmo normal, quando não tenho muitos imprevistos como provas ou coisas do tipo, leio mais ou menos essa quantidade de livros. No geral, o mês, quanto aos livros, foi ótimo, os livros  foram ótimos e os melhores do mês vocês sabem continuando a ler aqui embaixo!