3 de dezembro de 2013

Resenha - O Filho de Netuno

Título: O Filho de Netuno
Autor: Rick Riordan
Editora: Intrínseca
Série: Os Heróis do Olimpo
Páginas: 432
Classificação: 5|5
Onde Comprar: Saraiva


Sinopse:
A vida de Percy Jackson é assim mesmo: uma grande bagunça de deuses e monstros que, na maioria das vezes, acaba em problemas. Filho de Poseidon, o deus do mar, um belo dia ele acorda de um longo sono e não sabe muito mais do que o seu próprio nome. Mesmo quando a loba Lupa lhe conta que ele é um semideus e o treina para lutar usando a caneta/espada que carrega no bolso, sua mente continua nebulosa. De alguma forma, Percy consegue chegar a um acampamento de semideuses, mas o lugar não o ajuda a recobrar qualquer lembrança. A única coisa que consegue recordar é outro nome: Annabeth.
Com seus novos amigos, Hazel e Frank, Percy descobre que o deus da morte, Tânatos, está aprisionado e que Gaia pretende reunir um exército de gigantes para dominar o mundo e reescrever as regras da vida e da morte. Juntos, os três embarcam em uma missão aparentemente impossível rumo ao Alasca, uma terra além do controle dos deuses, para cumprir seus papéis na misteriosa Profecia dos Sete. Se falharem, as consequências, é claro, serão desastrosas.


Resenha:
Nesse segundo livro da série Os Heróis do Olimpo, Percy está de volta, mas com um pequeno problema: ele não se lembra de nada em seu passado, só lembra-se de um nome: Annabeth. Quem já leu a série Percy Jackson e os Olimpianos vai perceber algumas referências ligeiras sobre o passado de Percy a partir do momento em que sua memória começa a retornar, ou quando vivencia alguma coisa e tem uma leve impressão de que aquilo já aconteceu consigo mesmo. Quem ainda não leu a série que antecede Os Heróis do Olimpo, vai poder conhecer o Percy do zero, o que quer dizer que se você quer começar essa série sem ler os livros anteriores pode sem problemas, o autor só faz algumas pequenas referências sobre as aventuras anteriores. Quem é fã da série, como eu, vai ter momentos nostálgicos garantidos durante a leitura desse livro!
Depois de um despertar confuso, Percy acaba parando no Acampamento Júpiter, uma versão romana do Acampamento Meio-Sangue, onde semideuses filhos de deuses em suas formas romanas são treinados para batalhas contra monstros e seus afins. Os dois acampamentos são bem diferentes, enquanto no Meio-Sangue as pessoas têm momento de diversão e comemoram e são amigáveis umas com as outras, no Júpiter o clima é o tempo todo de guerra e ter que provar o seu valor e enfim, os dois acampamentos são bem diferentes. Acho que algumas pessoas vão ter dificuldade em se ambientar nesse novo espaço, porque todos os nomes de deuses são romanos e às vezes é fácil se confundir, além da brutalidade do acampamento romano, que acampamento esse! Preferiria ser grego e ficar no Meio-Sangue mesmo!


O Riodan introduz dois novos personagens da história, assim como fez no primeiro livro da série e claro, eles vão ter uma missão, vão ter que cumprir dentro de um prazo curto e no caminho vão encontrar vários deuses e monstros. O autor tem sim uma fórmula, mas eu pelo menos não enjoo de seus livros, eu acho que ele consegue alterar pequenas coisas no enredo e fazer com que todos os seus livros sejam um pouquinho diferentes e inovadores de certo modo. Ele criou ótimos personagens secundários nesse livro, foco para Ella, a harpia mais querida, por mim, de todos os tempos! Ela é foda.
"- E eu faria isso porque...?- Porque é uma gentileza! - replicou ela. - E porque, se não fizer, os deuses morrerão, o mundo que conhecemos desaparecerá e todas as pessoas de sua antiga vida serão destruídas. Claro, você não se lembraria delas, então suponho que isso não tenha importância. - "
Frank tem um segredo, sua vida depende de um pedaço de madeira e todos falam que ele é muito poderoso, mas não consegue enxergar como, com corpulento e uma cabeça pequena e redonda ele se acha desajeitado, o que não deixa de ser verdade, então quais são os seus grandes poderes? E quem é seu pai romano? Já a Hazel nasceu com uma maldição graças à ambição da mãe, ela já ganhou um perfil de personagem só para si, confira aqui. Os dois personagens que são introduzidos na história nesse livro são bem criados. Antes de a missão deles, em si, começar, o autor mostra a história de ambos por meio de flashbacks ou só com pensamentos ligeiros durante a narrativa, ambos são bem críveis e com sentimentos bem reais. Em algum momento eu fiquei um pouco confuso com a história da Hazel, mas com o tempo dá pra entender melhor o que aconteceu com ela. Claro que não poderia faltar um pouco de romance nesse livro e dessa vez os "pombinhos", como diria a Johanna, são a Hazel e o Frank, apesar de não ser o foco do livro, o romance deles é bem desenvolvido. Quanto ao Percy, só há uma diferença nessa série pra outra, ele amadureceu bastante e isso é visível. Com o seu raciocínio rápido e sua força de filho de Netuno ele resolve com facilidade alguns problemas mais difíceis.
Como no primeiro livro dessa série, a narrativa do autor é em terceira pessoa, porém ele foca em um só personagem a cada capítulo, por exemplo, ele foca na Hazel por durante três capítulos, então seu foco muda para Frank com mais três capítulos e depois para Percy, apesar de que 3 capítulos para cada não é um número padrão, em cenas de guerra em que só Frank participa ele não economiza páginas, desenvolvendo a ação bem lentamente. Parabéns também pela edição e pela diagramação da intrínseca, a capa é muito bonita e traz uma cena do livro sem dar spoiler, e não consegui achar nenhum erro de revisão, além da diagramação ser boa, assim como no livro anterior.
O livro traz uma mistura de ação, com romance, maldições e passados sombrios que criam uma trama imperdível, para quem é fã e para quem não é fã da série fica minha dica: leia o livro. Riordan volta com todo seu humor sarcástico, seus trocadilhos e seus ensinamentos de mitologia inesquecíveis, sendo o melhor professor de história que eu tive, ele faz as 432 páginas desse livro parecerem poucas e nos faz ter vontade de estrangular seus vilões pra ajudar os três protagonistas! Com certeza entrou pra lista dos favoritos e será um leitura que ficará na memória por muito tempo...
Abraços,
Gabriel

7 comentários:

  1. Ah, eu adoro os livros do Tio Rick.
    Eu também percebi que no livro que Percy amadureceu bastante porque o Rick que amadureceu na sua escrita.
    Mas da série os Heróis do Olimpo esse é o meu menos preferido, acho que é porque me confundi um pouco na histórias da Hazel e também achei enrolado, mas não deixa de ser bom.
    livros-e-nutella.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os livros dele são muito bons! :p Haha, é... acho que talvez o amadurecimento dele tenha a ver com a escrita do Rick, mas sei lá, acho que não. Não sei. As histórias da Hazel são meio confusas mesmo!
      Abraços,
      Gabriel

      Excluir
  2. eu ainda não li esse livro mais quero muito ler deve ser muito mais que otimo

    cherrycharming2.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Queria tanto ler esse livro :( É frustante não ter lido nenhum livro desse autor ainda.
    Mas amei a sua resenha.
    Beijos,
    Anjo de Cereja | @anjodesonhos

    ResponderExcluir
  4. Não irei dar uma de cara chato e falar que a sua resenha está boa, sim ela está realmente ÓTIMA. Parece que foi escrita por um fã, para fãs, mas meu não sou fã da saga, história, maneira que o Rick escreve, de nada NADA mesmo e me sinto muito confuso na hora de comentar.
    Mas em fim, não foi a primeira vez que eu li uma resenha sobre a saga e não vai ser a ultima (aposto q não), adorei a resenha e os quotes que vc colocou foram muito bons ^^
    Já está la na minha elite também ^^ (sim na sidebar) então até mais e o banner está muito bom *-*

    XOXO :D
    {Joven Clube | Official}

    ResponderExcluir
  5. Eu ainda não li nenhum livro desta série, mas meu irmão é viciado.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Essa sequência parece ser muito boa, no momento ainda quero lê-lo. Li todos do Percy Jackson,sou apaixonada por ele rsrs. Amo blogs de leitura, gostei daqui. Estou seguindo, bjs. ;)

    http://luanapdomingues.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Fala galera! Vamos conversar um pouco sobre os comentários?

-> Eu adoro ler comentários, sério, gosto muito, mas a gente que é blogueiro percebe quando a pessoa leu o conteúdo do post e quando ela não leu. Por mais que você esteja comentando, a gente percebe que você não leu o post e isso não é muito legal, então comente coisas coerentes ao post, por favor, respeito quem escreveu o conteúdo lendo e comentado coisas inteligentes, comentários com "que legal! Comente no meu blog" não são legais.

-> Se você tem um blog de qualquer gênero, vou adorar conhecer. Talvez não vá lá no dia em que você comentou, ou no dia seguinte, mas mais dia menos dia vou conferir lá, e se você seguir o meu, eu sigo se volta sem nenhum problema!

-> Sem ofensas, por favor. Nunca passei por nenhum constrangimento durante o período de existência do blog e nem quero passar, então respeito é bom e todos gostam.

Comentem à vontade!
Abraços,
Gabriel