29 de outubro de 2013

Resenha - Um Amor Para Recordar

Título: Um Amor Para Recordar
Autor: Nicholas Sparks
Editora: Novo Conceito
Páginas: 188
Classificação: 5|5
Onde Comprar: Saraiva


Sinopse:
“Cada mês de abril, quando o vento sopra do mar e se mistura com o perfume de violetas, Landon Carter recorda seu último ano na High Beaufort. Isso era 1958, e Landon já tinha namorado uma ou duas meninas. Ele sempre jurou que já tinha se apaixonado antes. Certamente a última pessoa na cidade que pensava em se apaixonar era Jamie Sullivan, a filha do pastor da Igreja Batista da cidade. A menina quieta que carregava sempre uma Bíblia com seus materiais escolares. Jamie parecia contente em viver num mundo diferente dos outros adolescentes. Ela cuidava de seu pai viúvo, salvava os animais machucados, e auxiliava o orfanato local. Nenhum menino havia a convidado para sair. Nem Landon havia sonhado com isso. Em seguida, uma reviravolta do destino fez de Jamie sua parceira para o baile, e a vida de Landon Carter nunca mais foi a mesma.”


Resenha:
Sem mais nem menos deu vontade de ler um romance. Mas não um romance qualquer, um romance que eu sabia que iria gostar, já que acho o filme tão legal. Hoje vou falar do livro Um Amor Para Recordar, um romance muito bonito e tocante que mostra o quanto uma revelação pode mudar tudo, ainda mais se essa revelação for tão séria quanto a de Jamie, uma doce garota que age de acordo com a vontade de Deus em todos os momentos, ela ajuda os velhinhos, brinca com as criancinhas abandonadas e faz todo tipo de coisa boa que se possa imaginar, mesmo sendo uma personagem de um livro, ela consegue fazer a gente se sentir bem ruim com a gente mesmo e nossas atitudes. Por um acaso do destino ela acaba tendo que contracenar com Carter, um garoto que ela conhece desde pequena mas que não dá muita bola pra ela, já que é um dos populares da escola, e ela, não. 
Depois de um tempo trabalhando juntos, Carter acaba virando uma pessoa melhor e começa a se apaixonar por Jamie, aos poucos a relação deles vai crescendo e eles criam um romance inabalável, a não ser pela notícia que está por vir, que será impossível esconder de Carter. 
A narrativa é guiada em primeira pessoa pelo Carter e logo no começo a gente percebe que ele é meio no estilo bad boy metido a popular, aos poucos a gente percebe até mesmo no jeito dele de narrar que a Jamie vem mudando ele. No outro livro do Sparks que eu li a narrativa era em terceira pessoa, e eu acho que eu prefiro assim em primeira, é bem mais fluente.
Há um forte drama que envolve a história, há uma divisão que não tá lá, mas pode ser feita, que seria antes de o Carter saber e depois de o Carter saber do segredo da Jamie, se esse segredo não existisse, eles poderiam ficar juntos, mas pra saber qual o segredo, só lendo!
Há cenas muito tocantes durante todo o livro, pelo fato de a Jamie ser uma das protagonistas e dela ser super boazinha, várias vezes a gente acompanha eles em ações de caridade ou leitura da Bíblia. Uma das cenas mais tocantes que eu já li até hoje é a que eles vão dar presentes para as crianças do orfanato. 
Apesar de eu ter visto o filme antes de ler o livro, mais de uma vez  ,até, acho que o autor soube segurar o segredo da Jamie bem, eu sabia que segredo era, mas em alguns momentos me esquecia que ele existia. Enfim, o livro tem uma ótima narrativa, personagens super cativantes, um romance bem desenvolvido, ou seja, os personagens não se apaixonam do nada, há todo um desenvolvimentos por trás do namoro deles, onde é possível enxergar a amizade se separando do namoro. Ele é uma leitura rápida, até porque é bem pequenininho, em uma tarde dá pra ler ele e vale muito à pena, quando o livro acaba dá aquela sensação de Mas já! E isso sempre quer dizer que o livro é bom!
Abraços,
Gabriel

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fala galera! Vamos conversar um pouco sobre os comentários?

-> Eu adoro ler comentários, sério, gosto muito, mas a gente que é blogueiro percebe quando a pessoa leu o conteúdo do post e quando ela não leu. Por mais que você esteja comentando, a gente percebe que você não leu o post e isso não é muito legal, então comente coisas coerentes ao post, por favor, respeito quem escreveu o conteúdo lendo e comentado coisas inteligentes, comentários com "que legal! Comente no meu blog" não são legais.

-> Se você tem um blog de qualquer gênero, vou adorar conhecer. Talvez não vá lá no dia em que você comentou, ou no dia seguinte, mas mais dia menos dia vou conferir lá, e se você seguir o meu, eu sigo se volta sem nenhum problema!

-> Sem ofensas, por favor. Nunca passei por nenhum constrangimento durante o período de existência do blog e nem quero passar, então respeito é bom e todos gostam.

Comentem à vontade!
Abraços,
Gabriel