18 de julho de 2013

Resenha - Ponte em Chamas

Título: Ponte em Chamas
Autor: John Flanagan 
Editora: Fundamento
Série: Rangers - A Ordem dos Arqueiros
Páginas: 224
Classificação: 4|5
Onde Comprar: Saraiva


Sinopse:
Nos últimos quinze anos, o temível Morgarath conseguiu reunir um enorme exército de criaturas implacáveis, os Wargals. Eles não temem nenhum inimigo e são controlados mentalmente pelo próprio Morgarath, o Senhor da Chuva e da Noite.
Pego de surpresa, o Reino de Araluen se vê diante de uma guerra. Enviado em uma perigosa missão para impedir o confronto, o jovem arqueiro Will parte acompanhado do grande amigo e espadachim Horace e do habilidoso Gillan. Os três guerreiros contarão também com a inusitada ajuda da misteriosa e bela criada Evanlyn Wheeler. Nessa jornada, Will colocará à prova todos os ensinamentos de coragem e aptidão transmitidos pelo seu mestre, o famoso arqueiro Halt.
Mas o que o jovem não imagina é que ficará frente a frente com o tenebroso Morgarath e que poderá ser o responsável por mudar o rumo da eminente batalha. Será mais um teste de coragem e determinação, em que Will terá de provar seu valor.

Resenha:
Oi pessoal! Hoje vim falar do livro Rangers, a Ordem dos Arqueiros 2 - Ponte em Chamas. Bem, quem acompanha a coluna o que estou lendo deve saber que a leitura foi iniciada há muito tempo, só que não tava conseguindo passar das primeiras páginas até atualmente, quando peguei ele pra terminar mesmo de ler. O primeiro livro da série já foi resenhado aqui no blog, o livro não foi tão bom e me decepcionou, mas não perdi a confiança na série, esperava muito desse livro 2, e o que ganhei conseguiu suprir sim minhas expectativas, não 100%, mas, digamos que foi mais do que um simples "bom", como podem ver lá em cima, ele foi muito bom...
No primeiro livro da série, Will conseguiu impedir temporariamente que Morgarath, um grande vilão que tentou destruir o Reino de Araluen anos antes ressurgisse, ganhando assim o respeito da Ordem dos Arqueiros e as melhores condecorações possíveis de seu senhor feudal. Assim o livro continua narrando as aventuras do nosso querido Will, e até onde sei , a série ainda têm outros 8 volumes fora esses dois primeiros.
Nesse livro, Will acaba por descobrir os planos do terrível Morgarath de atacar o reino e causar uma terrível devastação no local. Sendo assim eles não perdem tempo, Halt envia Will, Gilan (seu ex-aprendiz e ex-favorito) e Horace (amigo de Will e guerreiro aprendiz) para uma missão que consiste em enviar uma mensagem à Céltica, porém chegando lá, eles descobrem que não há nenhum celta na região, que está totalmente desértica. Daí eles percebem que há algo muito errado e que estão deixando passar alguma coisa, assim, decidem investigar. É quando encontram Evanlyn, uma criada da nobreza que esconde muitos segredos, ela diz que Morgarath é o responsável pelo desaparecimento dos celtas e ainda diz que ele está em busca principalmente de mineiros para escravizar, o que os deixa intrigados. Os quatro juntos irão tentar descobrir qual o propósito de Morgarath, para isso, vão passar por algumas aventuras e sem saber, serão arrastados para uma armadilha.
"-Pensei que fosse impossível passar por esses penhascos. - Will comentou.
-Nenhum lugar é realmente impossível de atravessar. - Halt comentou com um sorriso sombrio."
O livro tinha de tudo para ser 5 estrelas e favorito, uma reviravolta no final, personagens ótimos e ação o tempo todo, mas a narrativa do autor não me agrada de jeito nenhum, não que eu esteja dizendo que ela é ruim, longe disso, mas se for comparar com os livros do Rick, onde consigo imaginar e viver no lugar do personagem principal sentindo os nervos à flor da pele, posso dizer que senti muito falta disso nesse livro. Por exemplo, na minha cabeça, eles estão em um lugar porque o autor disse que eles estariam ali e depois eles estão em outro lugar com uma outra caverna, outro acampamento e enfim, isso não durou o livro todo, logo na parte do clímax, onde eles descobrem o que vai acontecer e o que têm de fazer para impedir isso, eu fiquei totalmente perdido na narrativa, não sabia onde eles estavam e nem onde iam, acho que isso é mais por dois fatores: 1. o livro é mais voltado para o público infantil, no caso não estou acostumado com esse tipo de narrativa, não agora que já li tantos outros livros e 2. o cenário é medieval, tenho um pouco de dificuldade de me encaixar nesse tipo de cenário, já cheguei até a  abandonar livros que tinham esse tipo de cenário. Fora a narrativa, a história me agradou muito! O clímax foi melhor construído do que o do primeiro livro, trazendo uma emoção a mais à história, além de que, como eu previ ao ler o primeiro livro, Will amadureceu, e creio que aos pucos vai amadurecer mais, até se tornar o arqueiro super legal e decidido que eu encontrei no quinto livro da série (li em ordem errada, comecei pelo 5 e depois li o 7, até ler o 1 e agora o 2). O desfecho desse livro é simplesmente incrível, a reviravolta que acontece foi um golpe de gênio e mal posso esperar para ler o próximo livro da série Terra de Gelo, principalmente depois do que acontece no final desse livro! Recomendo muito, ainda mais se vocês tem uns 10 pra cima, mas caso seja maior que isso, não tenha medo, leia logo, o livro é muito bom!
Abraços,
Gabriel

2 comentários:

  1. Só vejo falar bem dessa série de livros,
    assim como sua resenha, não tenho vontade de ler este livro apesar de varias criticas positivas, quem sabe eu não mude de ideia. :)

    abs,
    muchachoonline.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Zayron! Quem sabe você não muda mesmo de ideia né! O livro é muito bom e a série também é ótima! Vale à pena dar uma conferida! Espero que continue comentando!
      Abraços,
      Gabriel

      Excluir

Fala galera! Vamos conversar um pouco sobre os comentários?

-> Eu adoro ler comentários, sério, gosto muito, mas a gente que é blogueiro percebe quando a pessoa leu o conteúdo do post e quando ela não leu. Por mais que você esteja comentando, a gente percebe que você não leu o post e isso não é muito legal, então comente coisas coerentes ao post, por favor, respeito quem escreveu o conteúdo lendo e comentado coisas inteligentes, comentários com "que legal! Comente no meu blog" não são legais.

-> Se você tem um blog de qualquer gênero, vou adorar conhecer. Talvez não vá lá no dia em que você comentou, ou no dia seguinte, mas mais dia menos dia vou conferir lá, e se você seguir o meu, eu sigo se volta sem nenhum problema!

-> Sem ofensas, por favor. Nunca passei por nenhum constrangimento durante o período de existência do blog e nem quero passar, então respeito é bom e todos gostam.

Comentem à vontade!
Abraços,
Gabriel