12 de julho de 2013

Resenha - Indomada

Título: Indomada
Autoras: P. C. e Kristin Cast
Editora: Novo Século
Série: House of Nigth
Páginas: 360
Classificação: 5|5
Onde Comprar:


Sinopse:
A vida é uma droga quando seus amigos estão chateados com você. Basta perguntar a Zoey Redbird – ela se tornou uma perita no assunto. Em uma semana ela passou de três namorados a nenhum, e de ter um grupo íntimo de amigos que confiavam nela e a apoiavam, para ser uma rejeitada. Falando de amigos, só sobraram dois. Neferet declarou guerra aos seres humanos, Zoey sente em seu coração que está errado. Mas será que alguém a escutará? As aventuras de Zoey na escola de aperfeiçoamento de vampiros da uma reviravolta selvagem e perigosa, lealdades são testadas, enquanto chocantes e verdadeiras intenções vem a luz, e um mal antigo é despertado no quarto volume fascinante da série Casa da Noite.



Resenha:
Hoje vim falar pra vocês o que eu achei do quarto livro da série House of Nigth, que, já adiantado, foi o melhor da série até agora! Quero lembrar também, que essa resenha conterá sopilers dos livros anteriores! Se você não leu Marcada, Traída e Escolhida, não leia a resenha a seguir, vou falar um pouco de coisas que acontecem nos livros anteriores.
"Segregação gera ignorância, e ignorância gera medo."
No final de Escolhida, Zoey descobre que o professor Loren Blake só a usou para fazer com que os seus amigos ficassem com raiva dela e se distanciassem dela, o que deu muito certo, o livro conta com uma cena muito pesada entre Erik e Zoey, quando ele a chama de vários nomes e termina tudo com ela,  além de que Loren também era amante de Neferet. Já na cidade, a carimbagem entre o Heath e a Zoey também acabou quando ela teve relações sexuais com o professor, que acaba morrendo no final, tendo como principais suspeitos de assassinos o povo da igreja, que odeia os vampiros, isso também acontece com a professora Nolan, que é brutalmente assassinada. Só que a morte do professor e amante de Neferet aparentemente abala ela, que está decidida a começar uma guerra contra os humanos. No final do livro anterior, Stevie Rae volta ser vampira, mas uma vampira diferente, em vez de uma marca igual a de todos os outros vampiros, sua marca é vermelha, e ela já é uma vamp adulta em relação à sua espécie, ela ajuda os outros "mortos-vivos" a se desenvolverem e virarem vamps também, já que são outro tipo de novatos, já Aphrodite acaba perdendo sua marca e virando humana de novo, só que não perdeu o dom das visões, que Nyx a concedeu a não tirou dela ao perder sua marca. Essa foi uma rápida explicação do que acontece em Escolhida, agora vamos ao livro da vez... Indomada.
"Lembrem-se da lição que nossos ancestrais aprenderam com seu precioso sangue: medo e intolerância nascem do isolamento e da ignorância"
Em Indomada os amigos de Zoey estão com raiva dela, pois ela mentiu para eles e não contou que Stevie Rae não morrera, mesmo sendo por uma boa causa, eles não entendiam que boa causa era essa, mas durante o livro acabam entendendo e juntando-se a Zoey de novo, o que acontece, é que Aphrodite tem uma visão onde Zoey é morta de duas formas diferentes, um poco antes de acontecer a visão, um novato chega á Morada da Noite, seu nome é Stark, James Stark, um novato com poderes peculiares e que podem ajudar muito as forças do mal, mas ele é do bem, apesar de não durar muito tempo... Stark morre um pouco depois das 100 primeiras páginas, o que deixa Zoey muito abalads, já que sentiu algum tipo de conexão com ele, isso eu não achei tão legal, ele é um personagem muito legal, só que morre logo no comecinho do livro, sua morte é ruim, já que seu dom é poderoso... A turma de Zoey acredita que ele pode retornar à vida e enfim, já tô é falando demais... Algumas forças muito sombrias estão retornando à vida e entrando na Morada da Noite, claro que são uma ameaça para Zoey e sua turma (Aphrodite está no meio agora e virou minha personagem favorita, apesar de ser desde o primeiro livro, quando ainda era super arrogante, ela é uma patricinha que é super legal e ao mesmo tempo pé no saco), mas também é claro que eles tem um plano e com a ajuda das visões de Aphrodite eles acabam impedindo algumas coisas de acontecerem, mas sempre a vilã está um passo à frente... Uma profecia muito sinistra vem em uma das visões de Aphrodite pra complicar a vida deles...
"Realmente, mas quando você olhar mais no fundo verá que, apesar de o caos e amor serem ambos poderosos e sedutores, também são tão diferentes quanto o luar e a luz do Sol."
Esse livro é demais, foi o mais fantástico da série até agora, o final é demais e, se falei que o último livro era cinco estrelas, então me equivoquei, ou não, já que me diverti muito e dei umas ótimas risadas naquele livro, nesse, eu vivi uma aventura demais com personagens ótimos e com uma reviravolta que vou lembrar por um bom tempo, acho que esse livro pode até entrar pra um dos favoritos do ano, a mitologia que as autoras criaram foi muito bem criada e bem desenvolvia, tanto que em certas partes eu até acreditei que pudesse ser verdade! As aventuras foram mais à flor da pele e só nesse livro eu pude perceber que o período de tempo nos livros dessa série é  muito curto, quer dizer, esse livro todinho se passou em pouco mais de 72 horas, ou seja, é um livro rápido, mas muito bom! Leitura recomendada! Leiam os outros da série só pra chegarem nesse, já que acredito que os livros vão melhorar daqui pra frente!
Então é isso gente!
Até a próxima!
:)

2 comentários:

  1. Oi Gabriel!
    Gostei da resenha. Já li esse tem um bom tempo. Haha
    Eu amo essa série. A Zoey é um personagem muito cativante. Adorei desde o primeiro instante.

    BjO
    http://the-sook.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Blake!
      A série até agora tá bem boa! A Zoey é mesmo uma ótima personagem, cativa qualquer um que tenha a mente normal kk, mesmo às vezes sendo irritante em outros momentos ela se supera! Espero que continue comentando!
      Abraços,
      Gabriel

      Excluir

Fala galera! Vamos conversar um pouco sobre os comentários?

-> Eu adoro ler comentários, sério, gosto muito, mas a gente que é blogueiro percebe quando a pessoa leu o conteúdo do post e quando ela não leu. Por mais que você esteja comentando, a gente percebe que você não leu o post e isso não é muito legal, então comente coisas coerentes ao post, por favor, respeito quem escreveu o conteúdo lendo e comentado coisas inteligentes, comentários com "que legal! Comente no meu blog" não são legais.

-> Se você tem um blog de qualquer gênero, vou adorar conhecer. Talvez não vá lá no dia em que você comentou, ou no dia seguinte, mas mais dia menos dia vou conferir lá, e se você seguir o meu, eu sigo se volta sem nenhum problema!

-> Sem ofensas, por favor. Nunca passei por nenhum constrangimento durante o período de existência do blog e nem quero passar, então respeito é bom e todos gostam.

Comentem à vontade!
Abraços,
Gabriel