9 de junho de 2013

Resenha - Uma curva na estrada

Título: Uma Curva na Estrada
Autor: Nicholas Sparks
Editora: Arqueiro
Páginas: 303
Classificação: 5|5
Onde Comprar:

Sinopse:
A vida do subxerife Miles Ryan parecia ter chegado ao fim no dia em que sua esposa morreu. Missy tinha sido seu primeiro amor, a namorada de escola que se tornara a companheira de todos os momentos, a mulher sensual que se mostrara uma mãe carinhosa. Uma noite Missy saiu para correr e não voltou. Tinha sido atropelada numa rua perto de casa. As investigações da polícia nada revelaram. Para Miles, esse fato é duplamente doloroso: além de enfrentar o sofrimento de perder a esposa, ele se culpa por não ter descoberto o motorista que a atropelou e fugiu sem prestar socorro. Dois anos depois, ele ainda anseia levar o criminoso à justiça. É quando conhece Sarah Andrews. Professora de seu filho, Jonah, ela se mudou de Baltimore para New Bern na expectativa de refazer sua vida após o divórcio. Sarah logo percebe a tristeza nos olhos do aluno e, em seguida, nos do pai dele. Sarah e Miles começam a se aproximar e, em pouco tempo, estão rindo juntos e apaixonados. Mas nenhum dos dois tem ideia de que um segredo os une e os obrigará a tomar uma decisão difícil, que pode mudar suas vidas para sempre. Nesta obra, Nicholas Sparks escreve com incrível intensidade sobre as difíceis reviravoltas da vida e sua incomparável doçura. Um livro sobre as imperfeições do ser humano, os erros que todos cometemos e a alegria que experimentamos quando nos permitimos amar. 


Resenha:
Bem, essa será uma resenha realmente difícil de fazer, quero começar dizendo isso, ela também pode ser um pouco longa então... Leiam a resenha, vale muito à pena ler o livro! Então, em New Bern, vive Miles Ryan, uma cara que se apaixonou ainda na escola por Missy, os dois se casaram após saírem na faculdade  e viveram muito tempo juntos, felizes, e juntos. Missy era linda, uma ótima mãe, um dia, saiu para caminhar como sempre fazia, só que não voltou, fora atropelada, o assassino, fugiu e deixou para Miles o sofrimento de ter perdido a mulher e a necessidade de encontrar quem fizera sua mulher morrer tão jovem, esse desejo o consume e durante dois anos, sua vida se torna chata e monótona.
Até ele conhecer Sara Andrews.
Ela se mudou de Baltimore para New Bern após uma separação nada amigável, o motivo? Um segredo, que a deixa triste toda a vez que pensa. Quando se muda para New Bern, Sarah leciona na escola de Jonah, filho de Miles, então eles se conhecem. Em Sarah, Miles encontra uma felicidade que não possuía há muito tempo, além do mais, Jonah gosta dela, um pacote completa não?! Em pouco tempo, eles se apaixonam cada vez mais e abrem seus corações um pro outro.
Essa é a parte que eu mais gosto da história, a época em que eles estão apaixonados e vivem saindo, meu encontro deles favorito e cena do livro favorita é num encontro que eles tem na noite de Hallowen, elem ouvem a história de uma senhora sobre um casal apaixonado que acendia velas para se encontrar secretamente, é uma história linda. Depois de ouvir a história, eles foram para a casa de Sarah, onde fizeram amor pela primeira vez. Tudo estava perfeito, eles se amavam, Sarah contara seu segredo para Miles e ele aceitara, Miles tinha praticamente esquecido da morte da sua mulher, quando eles vão para uma almoço de ação de graças na casa de Sarah , lá, Miles conhece Brian, o irmão esquisito de Sarah que ela ama tanto, não se esqueçam que ele é uma importante peça da história! 
Então acontece que, depois de sair do jantar de ação de graças lá pelas quatro horas, Miles precisa sair para trabalhar, afinal, um subxerife tem que cuidar da cidade. Já de noite, ele prende um sujeito sem escrúpulos, homem nojento, alcoólatra, que de tudo faria para sair da prisão, e é isso que faz, ele faz a cabeça de Miles dizendo que o sujeito "x" matou sua mulher, assim, ele fica transtornado e volta à sua fase "tenho-que-matar-o-assassino-de-Missy", essa parte da história é a que eu costumo chamar de parte dois, onde o mistério começa, será que o sujeito falou a verdade ou será que não. Miles briga com tudo e todos que contrariarem sua opinião, ele só quer que o sujeito que matou sua mulher vá para trás das grades, isso causa muitos problemas para sua vida pessoal e no trabalho, mas essa é a parte intermediária da história, um acontecimento que liga Sarah e Miles está prestes a ser contado, isso sim, vai mudar tudo.
Eu já sabia quem era o assassino! Foi muito fácil descobrir, porque enquanto acompanhamos a história em terceira pessoa, também acompanhamos a narrativa do assassino, ligando os pontos e suas características descobrimos quem foi o desgraçado ou não tão desgraçado assim quando Miles pensa. A narrativa do Nicholas Sparks é ótima, ela flui muito fácil! Apesar de a história ser bem descritiva e tal, fluiu bem rápido a leitura, dei  estrelas pra ele porque chega um momento que você não consegue pensar em mais nada a não se a história, é linda gente! Muito mesmo! Além do mais, o mistério te consome e você quer ter mais informações sobre como foi a noite em que Missy morreu e como ou quem a matou, é demais! Além de tudo você ainda quer saber o que vai acontecer com o romance de Sarah e Miles, porque depois da revelação que alguém ali vai fazer tudo muda! Outra coisa que eu adorei nesse livro é que você tá quase no final e acha que vai ser mesmo aquele bosta de final, mas quando você lê o epílogo, você se surpreende e vê que ele é melhor do que você pensava que ia ser. Depois de ter falado pra caramba digo que recomendo! Meu primeiro romance foi uma ótima experiência. Vou fazer coleção dos livros no Nicholas, pra não me enrolar muito, vou primeiro comprar todos os que foram lançados pela Arqueiro, que eu acho que são cinco, depois mais eu vejo quais eu compro e leio! Ops, esqueci de falar que a diagramação tá ótima, o tamanho das letras é grande e as páginas são amareladas, o que deu a impressão de a leitura passar mais rápido! Quanto à capa, acho que é a mais bonita pelo menos das capas da editora Arqueiro, porque ela é natural sabe, e a mulher (Sarah) que tá na capa é gata! rs. Entrou nos favoritos do Skoob! Agora já comecei a leitura do livro Paperboy e voltou outro dia com resenha!
Então é isso gente!
Até a próxima!
;)

2 comentários:


  1. Oi adorei.. muito obrigado, amei a maneira que vc usou para descrever essa resenha...me fez se interessar pelo livro....mas vc já leu o livro reverso escrito pelo autor Darlei... se trata de um livro arrebatador...ele coloca em cheque os maiores dogmas religiosos de todos os tempos.....e ainda inverte de forma brutal as teorias cientificas usando dilemas fantásticos; Além de revelar verdades sobre Jesus jamais mencionados na história.....acesse o link da livraria cultura e digite reverso...a capa do livro é linda
    www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?
    www.buqui.com.br/ebook/reverso-604408.html
    shopping.uol.com.br/e-book-reverso_2631732.html

    ResponderExcluir
  2. por favor eu preciso concluir um trabalho mas não conseguir ler ate o final. me fale pelo menos quem matou missy para mim dar continuidade ao trabalho?

    ResponderExcluir

Fala galera! Vamos conversar um pouco sobre os comentários?

-> Eu adoro ler comentários, sério, gosto muito, mas a gente que é blogueiro percebe quando a pessoa leu o conteúdo do post e quando ela não leu. Por mais que você esteja comentando, a gente percebe que você não leu o post e isso não é muito legal, então comente coisas coerentes ao post, por favor, respeito quem escreveu o conteúdo lendo e comentado coisas inteligentes, comentários com "que legal! Comente no meu blog" não são legais.

-> Se você tem um blog de qualquer gênero, vou adorar conhecer. Talvez não vá lá no dia em que você comentou, ou no dia seguinte, mas mais dia menos dia vou conferir lá, e se você seguir o meu, eu sigo se volta sem nenhum problema!

-> Sem ofensas, por favor. Nunca passei por nenhum constrangimento durante o período de existência do blog e nem quero passar, então respeito é bom e todos gostam.

Comentem à vontade!
Abraços,
Gabriel