26 de maio de 2013

Resenha - Diário de um Banana

Título: Diário de um Banana
Autor: Jeff Kinney
Editora: V&R
Páginas: 218
Classificação: 4|5
Onde Comprar: Saraiva   


Sinopse:
Não é fácil ser criança. E ninguém sabe disso melhor do que Greg Heffley, que se vê mergulhado no ensino fundamental, onde fracotes subdesenvolvidos dividem os corredores com garotos mais altos, mais malvados e que já se barbeiam. Em Diário de um Banana, Greg nos conta as desventuras de sua vida escolar. Em busca de um pouco de popularidade (e também de um pouco de proteção), o garoto se envolve em uma série de situações que procura resolver de uma maneira muito particular. No primeiro livro da coleção, o autor e ilustrador Jeff Kinney nos apresenta um herói improvável e encantador. Um garoto comum às voltas com os desafios da puberdade.

Resenha:
Lembro que ganhei esse livro quando era bem pequenininho, inclusive foi um dos primeiros que eu li na minha vida. A estória de um garoto mostrando sua vida no começo do ginásio atrai a atenção das crianças, só não sei o porquê!Desde que ganhei, vivo lendo e relendo, esses dias dei umas folheadas, lembrei da estória e vim aqui contar pra vocês um pouco da estória desse "sortudo" do Greg Refley!
Greg é um garoto que começa a pensar como um adolescente, ninguém lhe vê como tal, mas mesmo assim faz questão de parecer maduro e tenta se enturmar. Dentre os "problemas" de Greg, estão os seus dois irmãos, o mais velho: Rodrik e o mais novo: Manny, que vivem o atormentando e fazendo com que ele se meta em encrencas. Além de seus pais, que não são nada convencionais, talvez um pouco jovens e extrovertidos demais!Não podemos esquecer do seu amigo Rowley, que age como um garoto de 5 anos e não consegue se enturmar direito, ou como o Greg gostaria que ele se enturmasse. O livro é todo em formato de diário, o Greg escreve sobre o seu dia e também faz desenhos, mas não fale em sua frente que ele tem um diário, isso pode chateá-lo, o que ele tem , é um livro de recordações com a palavra "diário" na capa, já que estava alguns centavos mais barata que um caderninho normal!rs
Não acho as atitudes de Greg certas, até porque tá bem na cara que elas são erradas, mas quando ele se dá mal o meu humor maligno prevalece e eu começo a rir loucamente. Em geral, o livro até que é bem engraçado, agora que tô mais crescido e amadureci não acho o livro a melhor piada de todas, mas com cenas muito engraçadas sim, e que merece ser lido, tanto por crianças, quando por adultos. Não é uma leitura difícil, aliás, se você se sentar 3 da tarde pra ler esse livro, se você não pausar a leitura, quando for 5 horas você provavelmente já vai ter terminado. Até porque a diagramação e o espaçamento são ótimos, além de o livro ser recheado de imagens, que ajudam muito na nossa imaginação durante a leitura! Para adultos se divertirem e principalemte para crianças rirem e se identificarem está recomendado o livro Diário de um Banana, outro dia voltou com a resenha do segundo livro.
Então é isso gente!
Até a próxima!
;)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fala galera! Vamos conversar um pouco sobre os comentários?

-> Eu adoro ler comentários, sério, gosto muito, mas a gente que é blogueiro percebe quando a pessoa leu o conteúdo do post e quando ela não leu. Por mais que você esteja comentando, a gente percebe que você não leu o post e isso não é muito legal, então comente coisas coerentes ao post, por favor, respeito quem escreveu o conteúdo lendo e comentado coisas inteligentes, comentários com "que legal! Comente no meu blog" não são legais.

-> Se você tem um blog de qualquer gênero, vou adorar conhecer. Talvez não vá lá no dia em que você comentou, ou no dia seguinte, mas mais dia menos dia vou conferir lá, e se você seguir o meu, eu sigo se volta sem nenhum problema!

-> Sem ofensas, por favor. Nunca passei por nenhum constrangimento durante o período de existência do blog e nem quero passar, então respeito é bom e todos gostam.

Comentem à vontade!
Abraços,
Gabriel