29 de abril de 2013

Os Primeiros Livros que Li e os que Marcaram Minha Infância

Hoje vim falar um pouco sobre os primeiros livros que eu li e aqueles que marcaram a minha infância, começo de pré-adolescência e como meu gosto literário começou a mudar com o tempo.
Nunca tive problema em pedir livros da minha mãe, porque não era preciso pedir, a cada viajem ou ida á livraria, sempre traziam livros novos para mim. Os que mais me marcaram entre outros, foram Diário de um Banana e a série do vampiro mais divertido que eu já vi! Ele barra esses vampirinhos da atualidade com uma risada! Seu nome é Bat Pat, com certeza foi a que fez com que eu chegasse o mais próximo da literatura quanto sou hoje! Pena que, até hoje, uns 5 anos depois de terminar de ler a série, ainda não tenho o quinto livro, é uma série com seis livrinhos, tenho o 1,2,3,4 e 6, vê se pode! Quem sabe um dia com dinheiro sobrando eu compro!
Aos pais que leem isso, acho que vale á pena avisar que quanto mais se incentivar os seus  filhos a gostarem de literatura é melhor! O vocabulário aumenta, a mente fica mais aberta e o mais importante, é uma ótima diversão e passa-tempo! 
Outra série que deixei de ler ainda há pouco tempo, foi a série Goosebumps, que ainda tem um espaço lá na minha estante só pra ela! Pena que não tenho as séries de livros completas! 
Lembro também, que um dia, quando meu pai estava viajando, que minha mãe nos levou a shopping daqui da cidade (lá tem uma saraiva mega store, é bem fácil encontrar pessoas lá, já que é a única Saraiva aqui em Manaus) ela disse pra gente (eu e meu irmão) escolhermos 2 livros e ler até antes do meu pai chegar, eu escolhi os livros O Herói Perdido por Rick Riordan e o livro A Maldição da Pedra por Cornélia Funk. Me desafiei a ler o mair, aliás, o livro do Riordan na época era considerado por mim um livro super gigante, duvidei que ia conseguir!
Acertei.
 Lá pela página 200 meu pai chegou. Desisti de ler  livro. Mas meses depois, conhecei a série de livros Rangers, ou melhor, conheci o quinto livro da série, que achei no quarto do meu irmão e, se me permitem usar essa expressão, dei uma roubadinha no livro. Li e aí comecei a perceber o quanto ler é bom, parece até frase de slogan né, Ler é bom! Apoie essa campanha!!! rs, mas enfim por isso essa série é tão importante pra mim! 
Após mais algum tempo, comecei a adquirir mais e mais livros, meu gosto foi mudando aos poucos, saí do infanto (rangers) e entrei no gênero YA, ou mais conhecido por jovem adulto. Comecei a gostar de ler séries como Os Legados de Lorien ou livros como As Vantagens de ser Invisível, aliás, esse livro foi muito importante para me mostrar que as pessoas evoluem, que eu evoluí. Enfim, não vou me aprofundar, senão vou começar um papo muito parecido com o do livro O Mundo de Sofia sobre como a Terra é a Terra e sobre como o tempo é o tempo... rs
Acho que é isso gente, nesse post contei como foi a minha história com livros matriz e mudanças de gênero, espero que vocês tenham gostado!
Abraços,
Gabriel

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fala galera! Vamos conversar um pouco sobre os comentários?

-> Eu adoro ler comentários, sério, gosto muito, mas a gente que é blogueiro percebe quando a pessoa leu o conteúdo do post e quando ela não leu. Por mais que você esteja comentando, a gente percebe que você não leu o post e isso não é muito legal, então comente coisas coerentes ao post, por favor, respeito quem escreveu o conteúdo lendo e comentado coisas inteligentes, comentários com "que legal! Comente no meu blog" não são legais.

-> Se você tem um blog de qualquer gênero, vou adorar conhecer. Talvez não vá lá no dia em que você comentou, ou no dia seguinte, mas mais dia menos dia vou conferir lá, e se você seguir o meu, eu sigo se volta sem nenhum problema!

-> Sem ofensas, por favor. Nunca passei por nenhum constrangimento durante o período de existência do blog e nem quero passar, então respeito é bom e todos gostam.

Comentem à vontade!
Abraços,
Gabriel