7 de abril de 2013

Resenha - Dezesseis Luas


Título: Dezesseis Luas

Autoras:Kami Garcia e Margaret Stohl
Editora: Galera
Páginas: 490
Classificação: 4|5
Onde Comprar:


Sinopse:
Ethan é um garoto normal de uma pequena cidade do sul dos Estados Unidos e totalmente atormentado por sonhos, ou melhor, pesadelos com uma garota que ele nunca conheceu. Até que ela aparece... Lena Duchannes é uma adolescente que luta para esconder seus poderes e uma maldição que assombra sua família há gerações. Mais que um romance entre eles, há um segredo decisivo que pode vir à tona. Eleito pelo Amazon um dos melhores livros de ficção de 2009. Direitos de tradução vendidos para 24 países. Um filme da série está sendo produzido. "Pacote completo: um cenário assustador, uma maldição fatal, reencarnação, feitiços, bruxaria, vudu e personagens que simplesmente prenderão o leitor até o fim..."


Resenha:
Finalmente li o livro! Comprei mais para ver o filme, vou fazer uma série chamada "A decepção do Gabriel de comprar o livro só pra ver o filme e não conseguir assistir à tempo!" Quando tava na metade do livro, o filme saiu de cartaz aqui na minha cidade para dar lugar pro filme "A Hospedeira", fala sério, quando li o livro "As vantagens de ser invisível" minha intenção era ver o filme, mas com a sorte que me persegue, o filme nem entrou em cartaz na minha cidade!
Mas tanto quanto nas vantagens de ser invisível, esse livro valeu muito à pena, muito mesmo! Como vocês devem ter lido ali acima, vai contar a história do Ethan, que mora em Gatlin, uma cidade que nunca tem novidades onde tudo é sempre muito igual, ele sempre vai ressaltar isso, quando digo sempre, quaro dizer o tempo todo mesmo! As garotas são sempre patricinhas e se vestem de rosa com saias curtas, normal, como todas as garotas de filme! Até que chega Lena, uma garota que abala as estruturas da cidade e também o coração de Ethan.
Não é segredo pra ninguém que Lena é uma Bruxa, ou melhor, uma conjuradora, eu preferia começar o livro sem saber disso, no começo é realmente difícil saber a verdade sobre ela.

Mas enfim, deixando a história um pouco á parte vamos falar sobre a minha opinião sobre o livro, meu personagem favorito é com certeza Macom Ravenwood, seu humor sombrio e como ele consegue enganar todo mundo e fingir ser do mal, ele é demais, só não gosto do final que as autoras dão pra ele, por isso que eu dei 4 estrelas para o livro, por causa dele, o autor que o interpreta no filme foi uma escolha perfeita! Outro personagem que me atrai muito é o Boo Radley, sim, o nome dele é em homenagem ao carinha de "O Sol é Para Todos", no livro são citados muitos autores famosos, Bukowisk, Shakespere entre outros, mas o cachorro é fantástico! Ele é meio que uma sombra de Lena, mas, mesmo assim eu ainda o acho muito legal!
Entre os vilões, as personagens adolescentes lá da escola me deixavam com muita raiva às vezes, coitada da Lena, discriminada por morar na velha mansão Ravenwood, a parte da janela, logo lá no começo é espetacular, pena que a Emily não se machuca, um trizteza para todos que odeiam-na! 
A Reece tem um poder incrível, acho que se fosse um conjurador queria o poder dela e o poder de Lena, ia ser muito legal saber tudo sobre uma pessoa com só um toque! E a Ridley, no livro ela tem uma aparência totalmente diferente do filme, acho que no livro ela tá bem mais bonirt, e sedutora também!No livro ela é loira com mechas rosas, já no filme ela é ruiva! Ethan a descreve como a mulher mais gostosa dos três condados, mas no filme ela não tá tão assim. Essa sirena me deu muita raiva! Eu não achei a Amma tão legal, mas as irmãs (avós de Ethan) são muito engraçadas, ri pacas com elas!
Também tem a Mariam e a Lunae Libri, que eu acho espetacular e gostaria de visitar! A personagem que me deixa mais irritado é a mãe de Link (melhor amigo de Ethan), aquela mulher é uma idiota e... ela é muito idiota! Vontade de estrangulá-la na parte do julgamento de Lena, se ela vai ou não ficar no colégio, mas no final a gente entende o porquê da atitude dela.
A parte do Baile é de longe a minha favorita, não tem como não comparar à Carrie, a estranha, de Stephen King! A única coisa dessa parte que eu achava que podia ser melhor é que quase nenhuma das patricinhas se machucou, e Lena, coitada dela (de novo)!
Em geral o livro é ótimo! Demorei muito pra ler por conta da minha mudança e das provas que estão começando, também tô a um tempo sem escrever, pois estou com a minha internet em uma situação crítica, ela só funciona quando quer. 
Espero que tenham gostado da resenha e até a próxima! :-)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fala galera! Vamos conversar um pouco sobre os comentários?

-> Eu adoro ler comentários, sério, gosto muito, mas a gente que é blogueiro percebe quando a pessoa leu o conteúdo do post e quando ela não leu. Por mais que você esteja comentando, a gente percebe que você não leu o post e isso não é muito legal, então comente coisas coerentes ao post, por favor, respeito quem escreveu o conteúdo lendo e comentado coisas inteligentes, comentários com "que legal! Comente no meu blog" não são legais.

-> Se você tem um blog de qualquer gênero, vou adorar conhecer. Talvez não vá lá no dia em que você comentou, ou no dia seguinte, mas mais dia menos dia vou conferir lá, e se você seguir o meu, eu sigo se volta sem nenhum problema!

-> Sem ofensas, por favor. Nunca passei por nenhum constrangimento durante o período de existência do blog e nem quero passar, então respeito é bom e todos gostam.

Comentem à vontade!
Abraços,
Gabriel