23 de abril de 2013

Resenha - Harry Potter e a Câmara Secreta

Título: Harry Potter e a Câmara Secreta
Autora: J. K. Rowling
Editora: Rocco
Páginas: 252
Classificação: 5|5
Onde Comprar: Saraiva

Sinopse:
É pura magia! Aranhas gigantes, cobras que matam só com o olhar, varinhas mágicas com defeito... Muitas histórias contribuem para que o leitor se encante com Harry Potter e a câmara secreta, onde ele vai reencontrar todos os pequenos heróis e amigos do livro anterior. Mas isto não será para sempre. J. K. Rowling, a autora da saga de Harry Potter, já avisou que até o sétimo livro da série, que promete ser o último, alguns personagens do bem vão morrer.
A trama de Harry Potter e a câmara secreta começa com o pequeno feiticeiro passando as férias na casa de seus tios trouxas (não-bruxos) e sendo, como sempre, muito maltratado. Seu aniversário de 12 anos é o pior de todos: ninguém o cumprimenta, não ganha nenhum presente, nada. O garoto, órfão de pai e mãe, chega a cantar Parabéns pra você baixinho como se quisesse, ele próprio, provar que está vivo. Para piorar, os tios o prendem num quarto cercado de grades com direito a apenas uma refeição por dia — que ele divide com sua coruja, igualmente encarcerada numa gaiola.
De repente, aparece um carro voador com amigos feiticeiros que livram Harry Potter dessa amargura. Essa é apenas a primeira cena em que Joanne brinca com situações-limite. Todo o livro é permeado de quase-desgraças e é, por isso mesmo, quase impossível parar de ler. A empreitada, dessa vez, consiste em localizar uma câmara secreta e liquidar o monstro que está atacando estudantes do colégio Hogwarts, no qual os pequenos feiticeiros estudam magia e se divertem aprendendo, por exemplo, a transformar as plantas usando adubo de dragão.

Para Harry, garoto sem família e rejeitado pelos tios, Hogwarts é tudo. Portanto, quando colegas, e até professores, começam a desconfiar que ele tem alguma participação nas tragédias que estão acontecendo no colégio, a situação fica mais complicada. Até Hermione, amiga querida de Potter, é atacada pelo monstro e se transforma numa estátua. Só resta ao nosso herói tentar resolver o mistério por conta própria. Mais uma vez, ele enfrenta o terrível bruxo das trevas e... O final é surpreendente e muito divertido.

Resenha:
A sensação de se ler um livro da série HP, é de... Não sei explicar, quando você acaba de ler um dos livros, nossa! O final dos livros da J. K. Rowling são de terminar de ler e sair pulando por aí com o livro! Rs
Como vocês devem saber, os livros do Harry Potter vão contar a história de um menino que cresceu com os seus tios trouxas (não possuem poderes mágicos) como um “Zé-ninguém”, só que seu passado lhe foi escondido por toda sua vida, seus pais eram bruxos, o menino sobreviveu ao maior bruxo das trevas de todos os tempos, intitulado Voldemort ou aquele-que-não-deve-ser-nomeado, através de alguma mágica que sua mãe o passou, a partir deste ponto, a autora cria a história do bruxinho mais conhecido e querido, no mundo mágico e no mundo real.
No primeiro livro, Harry descobre que é um bruxo e que sobreviveu a Voldemort com apenas uma cicatriz em formato de  um raio na testa e que tinha uma vaga em Hogwarts, uma famosa, ou melhor, a melhor escola de bruxaria de todo o mundo mágico. Lá ele faz amigos, Rony e Herminone e inimigos: Draco Malfoy e seus amiguinhos idiotas. Lá ele também salvou a escola de lorde Voldemort após o mencionado tentar roubar a Pedra Filosofal, que dá poderes àqueles que a capturam. OK, isso foi mais ou menos um resumão do primeiro livro da série.
Agora no segundo, durante o verão, Harry infelizmente tem que voltar para a casa dos idiotas, imbecis, imprestáveis, tapados e outras coisas ruins  Dursley, tendo que aguentar a tia Petúnia e seu marido lhe dando castigos do tipo: “Pinte o banco do quintal, limpe o quarto de Duda, lave a louça, faça o café da manhã...”, felizmente, após voltar como bruxo para a casa dos monstros, ele pôde ameaçá-los, dizendo que fará feitiços e encantamentos.
Uma noite, os Dursley recebem um cliente importante, que fará negócios com o senhor Dursley, a missão de Harry é ficar em seu quarto, fazendo nada, o que mais faz, já que seus amigos não o escreveram o verão todo! Mas nessa noite, um elfo mágico aparece no quarto de Harry, o Dobby, trazendo-o notícias de uqe não pode voltar a Hogwarts nesse segundo ano, nessa noite, coisas acontecem e feitiços não permitidos são conjurados na casa dos Dursley, o que encrenca pacas o Harry!
Coitado do menino, mantido em cativeiro, até que o Rony a aparece, aí que a história começa e ficar legal!
Por ser um livro Hp, eu sabia que ia gostar, mas é simplesmente fantástico, a questão, é que a autora conseguiu criar uma história nova, totalmente nova sabe, por exemplo, Riordan, ele é um ótimo escritor, um dos melhores eu diria, um dos meus favoritos com certeza, mas ele simplesmente pegou uma coisa existente, juntou com algumas de suas ideias, bateu no liquidificador (viajei rs) e transformou em algo realmente espetacular! Já a J. K. Rowling, criou tudo de sua cabeça, como ela iria copiar algo que não existia e transformar em algo... Incrível, simplesmente In-crí-vel! Na sua época, pelo menos pelo que sei, não haviam muitas histórias de bruxos para adolescentes!
Então, esse livro foi ótimo,o primeiro é bom, esse segundo é mais que bom, Ah! Não sei como explicar. O final dos livros da autora são de cair o queixo, tudo o que você quis que acontecesse durante a estória acontece, ou meio que acontece de um jeito diferente, outra questão sobre a autora, é sobre como ela não deixa nenhuma brecha, tudo o que Essa fala, vai servir para algo daqui há umas 10 ou 100 páginas, mas soltos, os comentários “casuais” dela não ficam, é como se ela escrevesse o livro detrás pra frente!
Teve somente uma coisa que me chateou profundamente, quando Harry está conversando com Tom, ele diz que sua mãe é trouxa, mas no livro anterior, a autora diz que seus dois pais são bruxos, quando li essa parte, pensei: “WTF”, mas relevei, ele devia tá falando pra enganar o Tom, bem, tirem suas próprias conclusões!
O livro e a série estão recomendadíssimos, quero pedir desculpas por estar demorando pra postar coisa, mas acontece que minha internet é muito ruim! Pra esclarecer dúvidas, terminei de ler esse livro na sexta, a resenha tá sendo feita no mesmo dia, só não sei quando vou conseguir postar! Já comecei a ler o segundo livro de Rangers!
Então é isso gente!
Até a próxima!
;)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fala galera! Vamos conversar um pouco sobre os comentários?

-> Eu adoro ler comentários, sério, gosto muito, mas a gente que é blogueiro percebe quando a pessoa leu o conteúdo do post e quando ela não leu. Por mais que você esteja comentando, a gente percebe que você não leu o post e isso não é muito legal, então comente coisas coerentes ao post, por favor, respeito quem escreveu o conteúdo lendo e comentado coisas inteligentes, comentários com "que legal! Comente no meu blog" não são legais.

-> Se você tem um blog de qualquer gênero, vou adorar conhecer. Talvez não vá lá no dia em que você comentou, ou no dia seguinte, mas mais dia menos dia vou conferir lá, e se você seguir o meu, eu sigo se volta sem nenhum problema!

-> Sem ofensas, por favor. Nunca passei por nenhum constrangimento durante o período de existência do blog e nem quero passar, então respeito é bom e todos gostam.

Comentem à vontade!
Abraços,
Gabriel